conecte-se conosco

Segurança

Prefeito Marcelo Roque realiza entrega de cinco carabinas semiautomáticas para a GCM

Na atual gestão, de 2017 até agora, número de guardas armados passou de 27 para 220

Publicado

em

Na manhã da quinta-feira, 4, o prefeito Marcelo Roque, junto ao secretário municipal de Segurança, João Carlos Silva, realizou a entrega à Guarda Civil Municipal (GCM) de cinco carabinas semiautomáticas Taurus Modelo CT no calibre 9 milímetros, equipamento que se soma ao armamento da segurança pública municipal. Entre o início da atual gestão municipal em 2017 até agora, o número de guardas civis municipais armados passou de 27 para 220, algo que deve se somar a todo o efetivo de cerca de 350 agentes até o fim de 2024, colaborando efetivamente no trabalho preventivo e repressivo em prol da segurança da sociedade parnanguara e no enfrentamento à criminalidade por meio da Secretaria Municipal de Segurança (Semseg) e GCM.

📲 Clique aqui para seguir o canal da Folha do Litoral News no WhatsApp.

As cinco carabinas semiautomáticas Taurus Modelo CT no calibre 9 milímetros possuem capacidade de 30 tiros, dois carregadores adicionais de 32 tiros, cano de 16” e teclas ambidestras. Elas são equipadas com trilho Picatinny integral na caixa de culatra para inclusão de acessórios, com coronha standard fixa e kit com coronha rebatível. Ao todo, foram investidos R$ 54,6 mil na compra do armamento advindos de emenda parlamentar dos deputados federais Toninho Wandscheer e Luizão Goulart.

As cinco carabinas semiautomáticas Taurus Modelo CT no calibre 9 milímetros possuem capacidade de 30 tiros, dois carregadores adicionais de 32 tiros, cano de 16” e teclas ambidestras

O prefeito Marcelo Roque ressalta a evolução do armamento adquirido para a Guarda Civil Municipal, com a aquisição atual das carabinas Taurus. “A Guarda foi criada em 1998 pelo meu pai, naquela época ele já tinha essa visão do futuro para a GCM, algo que está acontecendo não só em Paranaguá, como no país todo. A Guarda, além de dar apoio à Polícia Civil e Polícia Militar, conta com uma função direta nos municípios. Ela está equipada, preparada, tiramos do papel mais de R$ 30 milhões em investimentos, entre eles a Academia, capacitação, equipamentos, viaturas novas, quem diria que hoje entregaremos aqui um armamento de grosso calibre para a GCM como as cinco carabinas semiautomáticas que irão ajudar na segurança pública no município”, acrescenta.

“A Guarda, além de dar apoio à Polícia Civil e Polícia Militar, conta com uma função direta nos municípios. Ela está equipada, preparada, tiramos do papel mais de R$ 30 milhões em investimentos”, destaca o prefeito Marcelo Roque

“Quero aproveitar este momento para agradecer todo o empenho e dedicação da Guarda Municipal em nome do sargento João Carlos, que está saindo hoje da secretaria, se descompatibilizando, pois será pré-candidato a vereador no município, agradecer também a todo o comando da GCM pela dedicação. A valorização que nós fizemos, é importante falar isso, que o ganho no salário-base no salário de todos os guardas praticamente triplicou com o enquadramento. Fizemos aquilo que é importante. Em 2017, a Guarda era tido como vigilante noturna para os prédios da Prefeitura e hoje não, eles são os guardas do futuro, cuidando do patrimônio municipal, mas também do nosso bem maior que são as vidas do povo parnanguara. Espero que continue assim para sempre. Vemos leis sendo criadas para que a GCM passe, com autonomia, a ser a polícia dos municípios”, afirma o Marcelo Roque. 

“A Guarda Municipal está muito bem equipada e hoje existe uma união entre as forças policiais da nossa cidade”, ressalta o diretor empresarial da Portos do Paraná, André Pioli

O diretor empresarial da Portos do Paraná, André Pioli, destacou a importância do investimento realizado não somente na GCM, mas na segurança de toda a população. “A Guarda Municipal está muito bem equipada e hoje existe uma união entre as forças policiais da nossa cidade, uma união da GCM com a PMPR, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal, sendo que este conjunto tem feito a diferença. A Guarda Municipal têm feito um trabalho extraordinário, está super bem equipada com um sistema de monitoramento na cidade toda, isso garante uma segurança boa para os moradores de Paranaguá, sendo que a cada dia a GCM segue se aprimorando, buscando mais investimentos para que nenhum problema aconteça ou diminua muito os problemas na área de segurança, que são sempre uma crescente”, acrescenta.

Secretário de Segurança

“Saio da secretaria com a tranquilidade e a certeza do dever cumprido e com esta evolução da GCM, até porque quando eu assumi em 2017 nós só tínhamos de 350 guardas, 27 portando arma, hoje eu entrego a pasta de Segurança com 220 guardas civis portando”, afirma o secretário municipal de Segurança, João Carlos Silva

“É um momento muito feliz para mim, pois começamos com o .38, fomos para o .380, para a 9 mm e agora, fechando a gestão, até porque estou me despedindo hoje da secretaria após sete anos e três meses, entregando cinco carabinas Taurus CT 9 milímetros com um maior poder de fogo para poder combater a criminalidade e trazer mais proteção aos agentes”, afirma o secretário municipal de Segurança, João Carlos da Silva. “Saio da secretaria com a tranquilidade e a certeza do dever cumprido e com esta evolução da GCM, até porque quando eu assumi em 2017 nós só tínhamos de 350 guardas, 27 portando arma, hoje eu entrego a pasta de Segurança com 220 guardas civis portando arma de fogo. Até o final da gestão do prefeito Marcelo Roque teremos todo o efetivo armado, os cursos de armamento e tiro já estão acontecendo, então saio com tranquilidade de que cumpri minha missão e trouxe realmente segurança pública para dentro de Paranaguá”, completa.

O armamento será utilizado pela Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) da GCM, que será habilitada dentro da Academia da GCM para portar as carabinas. “A equipe continuará também com as calibre 12 que são usadas em eventos, tumultos, enfim, mas a pronta entrega eles usarão a carabina Taurus CT 9 mm com um poder maior de fogo”, acrescenta. “O foco é que nós não seja preciso usar, porém, eu sempre falo que as forças de segurança precisam estar à frente da marginalidade. Se por ventura, acontecer um confronto com a criminalidade, com certeza estarão aptos a usar e a poder se defender”, explica, reforçando a importância da salvaguarda da vida dos guardas civis municipais e da segurança da sociedade. 

GCM

“É um armamento que vai dar um grande poder de impacto e a muita distância, a 300 metros ele conta com uma efetividade muito grande, cairá como uma luva no grupamento tático, na ROMU”, explica o comandante da GCM, Leônidas Martins Júnior

O comandante da GCM, Leônidas Martins Júnior, ressalta que a aquisição do armamento reforça a logística da munição do agente de segurança pública municipal. “É um armamento que vai dar um grande poder de impacto e a muita distância, a 300 metros ele conta com uma efetividade muito grande, cairá como uma luva no grupamento tático, na ROMU, utilizaremos as carabinas como armamento primário, toda a viatura da ROMU terá duas longas dessa, isso dá praticamente praticamente 330 tiros em uma viatura que você pode confrontar um poder de fogo muito grande, isso, logisticamente, falando na área policial, é algo muito grande para uma viatura só”, explica. “Se tiver a necessidade, vai repelir a justa agressão, vai confrontar. Estamos sempre a pensar na população parnanguara”, explica.

Os guardas civis municipais irão passar por habilitação para utilização do armamento, indo posteriormente para as ruas para a segurança dos parnanguaras. “Eu acredito que em uma semana estejam todos habilitados, aptos a portar este armamento, porque não é um armamento normal como a gente possui, não temos ele ainda nessa instituição”, salienta o comandante.

PMPR

“Aqui em Paranaguá a nossa relação com a GCM é muito próxima, o nosso secretário foi integrante de nossas fileiras, isso sempre facilitou o trabalho e a sintonia que nós temos”, afirma o subcomandante do 9.º BPM, major João Pedro

“As Guardas Civis Municipais hoje no Brasil exercem junto com a gente um protagonismo, elas vêm crescendo, seria a segurança força no sistema único de segurança pública e exerce um papel fundamental de parceria com a PMPR, participa do nosso planejamento, realiza ações em conjunto e são determinantes para o sucesso das atividades policiais. Aqui em Paranaguá a nossa relação com a GCM é muito próxima, o nosso secretário foi integrante de nossas fileiras, isso sempre facilitou o trabalho e a sintonia que nós temos, inclusive com o comandante Martins. A Guarda é fundamental e esse reforço com número relevante de integrantes faz a diferença, isso combinado com o bom material que o município investe, algo que acaba qualificando este guarda para bem servir à população”, afirma o subcomandante do 9.º Batalhão da Polícia Militar do Paraná (9.º BPM), major João Pedro.

Em alta

plugins premium WordPress