Connect with us

Política

Waldir Leite fala das expectativas para seu quinto mandato

“Nosso grande projeto vai continuar sendo o mesmo, melhorar a condição de vida das pessoas”, destaca Waldir Leite

Publicado

em

Waldir Turchetti da Costa Leite iniciou na política seguindo os passos de seu pai, o saudoso José da Costa Leite, que por duas vezes foi eleito vereador em Paranaguá.

“A gente não pode esquecer nunca que, na verdade, eu adentrei na vida política quando meu pai entrou para a política, e foi através dele que dei os meus primeiros passos. No ano de 1992, apesar de reeleito para o seu segundo mandato, infelizmente ele veio a falecer no dia da posse. Foi daí que teve início a minha carreira política, sem esquecer que já fazia política perto do meu pai também. Então foi no ano de 1996 que me elegi vereador pela primeira vez, pelo PDT, com 957 votos, se não me falha a memória. Depois em 2000, fui reeleito pelo PSDB, quando fiz 2.531 votos, sendo que isso representava algo perto de 3,8 dos votos, ou seja, de cada 100 pessoas que foram votar quase quatro pessoas votaram em mim. Em 2002, fui candidato a deputado estadual quando tive a grata satisfação de poder representar nossa cidade e nossa região na Assembleia Legislativa”, destaca Leite, o qual acabou se afastado de cargos eletivos de 2007 a 2012, voltando a participar de eleição no ano de 2012. Nesta eleição, Leite foi eleito vereador, sendo na época o 3.º mais votado, com 1.728 votos.

No ano de 2016, conseguiu, outra vez, quebrar um novo recorde, tendo sido eleito com a maior votação em números absolutos da história legislativa com 2.832 votos.

Na eleição de 2020, apesar das restrições da pandemia da Covid-19, novamente foi o candidato a vereador mais votado. “Tive novamente a grande satisfação de conquistar uma cadeira fazendo uma grande votação, que não é maior do que as eleições anteriores, mas reservadas as devidas proporções e formato que foi a eleição, com problemas de pandemia entre outros, podemos dizer que foi uma votação bastante expressiva. Votações em que sou muito grato a todos que me ajudaram nessas conqusitas”, completa.

Questionado sobre o formato da última eleição, sem coligações, Leite enfatiza que a mudança na legislação eleitoral contribuiu para um número elevado de candidatos ao Legislativo. “Temos que deixar claro que esta última eleição foi diferente. Não houve as famosas coligações e cada partido tinha que apresentar a chapa própria. Isso fez com que tivéssemos um número excessivo de candidatos, em virtude das necessidades partidárias. Houve muita gente se candidatando sem a mínima vontade de ser vereador, mas por companheirismo e querer ajudar. Se pegarmos os números podemos ver que muitos candidatos fizeram 15, 20, 30 votos, o que são números muito baixos, mas que acabaram ajudando nas legendas. Então, esse número excessivo de candidatos fez com que os votos fossem mais pulverizados, e a maioria dos vereadores que se reelegeram não conseguiu repetir os números de 2016, e os que se elegeram pela 1.ª vez podem ver que foram votações relativamente menores dos eleitos em 2016. Tivemos o problema da pandemia, em que muitos não quiseram votar, o desânimo com a política que muitas pessoas preferiram não ir até as urnas, dentre outros. Temos também que fazer o ‘mea culpa’ e deixar claro que a população não anda contente com os políticos, tanto é que é um descrédito geral, e é isso que temos que tentar mudar e trabalhar muito para essa transformação”, enfatiza Leite.

Questionado sobre a renovação na Casa de Leis, o vereador diz que vê como algo normal e que vem se repetindo nas últimas eleições. “Da última legislatura, tivemos seis vereadores que se reelegeram, oito ou nove que acabaram sendo considerados novos, sendo que destes novos, temos dois que já exerceram o mandato também. Então a oxigenação é importante, mas toda a eleição tem um percentual de renovação, mas isso não modifica o formato das eleições futuras. Vejo que todos precisaram trabalhar bem, ter um estilo, pois muitas vezes apresentar projetos de lei inexequíveis, com coisas mirabolantes ou coisas que não estão à altura do vereador realizar, até muitas vezes por inconstitucionalidade, não se transforma em votos no próximo pleito. Até porque na sua grande maioria, os projetos de lei não pegam, podemos dizer assim. A atuação é muito particular de cada um e é bom que aconteça esta oxigenação e torço para que os vereadores que estão atuando agora possam ter uma atuação permanente nas comunidades onde conquistaram votos, que possam verificar os problemas ‘in loco’ e que possam levar essas reivindicações ao chefe do Executivo, para que saiam boas soluções para a comunidade”, externa Leite.         

Em se tratando da relação entre poderes, o vereador enfatiza que deve existir um bom relacionamento, harmônico e independente. “Lógico que esta boa relação com o Executivo não pode fazer com que a Câmara perca sua identidade de ente fiscalizador, esse é um dos principais motivos da existência da instituição. É a Câmara que aprova o orçamento, onde deve gastar o dinheiro, os empréstimos que são realizados pelo município e, hoje em dia, vemos diversas obras de pavimentação acontecendo, em diversos bairros, como a Vila Garcia, Vale do Sol, Jardim Esperança, Jardim Ouro Fino, entre outros, e isso deve ficar claro que estão sendo realizados por operações de crédito que foram e sempre serão autorizadas pelo Poder Legislativo. Da mesma forma que o Legislativo autoriza as operações de crédito também tem o dever de fiscalizar a boa aplicação desses recursos”, enfatiza Leite, que para finalizar agradece à população a confiança em seu trabalho. “Primeiramente quero agradecer a todos que de uma maneira direta ou indireta me ajudaram a conquistar mais esse mandato, obtendo mais uma extraordinária votação, e quero deixar claro a todos que o nosso grande projeto vai continuar sendo o mesmo, que será ter sempre em mente atender as pessoas da melhor maneira possível, procurar ser atencioso e educado, tentando resolver os problemas dos bairros, através de boa articulação e, dessa forma, melhorar a vida das pessoas. Porque individualmente a gente não consegue modificar a vida de ninguém, mas acredito que quando melhoramos a vida das pessoas através de obras e programas estamos ajudando na melhoria da qualidade de vida de toda comunidade. Finalizando o nosso grande programa, o nosso grande projeto vai ser continuando a atuar dessa forma, e tenho certeza de que a gente consegue melhorar a qualidade de vida da população. Vou trabalhar muito neste sentido para que tenhamos uma Paranaguá mais justa, mais humana, mais fraterna e com uma melhor qualidade de vida”, finaliza o vereador. 

Leia também: Jozias da Negui foi eleito vereador pela 7.ª vez para representar a população de Paranaguá

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.