conecte-se conosco

Polícia

Taxista é flagrado pela ROMU com buchas de cocaína escondidas no controle de acionamento dos vidros

Publicado

em

Agentes da ROMU – Ronda Ostensiva Municipal, da Guarda Civil, prenderam no começo da noite de terça-feira, 14, por volta das 19h30, um taxista, de 30 anos, acusado de envolvimento com o tráfico de drogas, na região da Vila dos Comerciários.

ACIONAMENTO DOS VIDROS

O profissional do volante foi flagrado pela guarnição saindo de um imóvel na Rua Nilo Lázaro Abud carregando um invólucro plástico. Ao perceber a aproximação da viatura, o taxista agiu de maneira suspeita, entrou rapidamente no veículo e tentou fugir em alta velocidade.

Após um breve acompanhamento tático, o veículo foi abordado e seu condutor revistado. Com ele, nada de ilícito foi encontrado.

Durante a revista veicular, os agentes perceberam que a tampa do compartimento que abriga o controle de acionamento dos vidros, do lado do motorista estava solta. Ao verificar o local foram encontradas oito buchas pequenas de cocaína e duas grandes.

A equipe apreendeu também certa quantia em dinheiro, um cheque e um relógio que estavam jogados no banco do passageiro, na parte da frente do veículo.

Preso, o taxista foi encaminhado para a Delegacia Cidadã.

Os investigadores da PCPR vão apurar o envolvimento do indivíduo preso em um roubo ocorrido no começo do mês de março, no Jardim Samambaia.

RELEMBRE O CASO

Na madrugada do dia 6 de março, agentes da ROMU prenderam um rapaz, de 22 anos, acusado de roubar um celular em uma lanchonete, no Jardim Samambaia.

O indivíduo chegou no estabelecimento comercial, sacou uma pistola e anunciou o assalto. Após pegar o aparelho, ele fugiu.

Perseguido por populares, ele entrou em um táxi, VW Gol, e foi até a Avenida Etuzi Takayama, no Parque São João, onde desembarcou e entrou em uma casa.

Acionadas, as equipes foram até o imóvel e prenderam o suspeito. O simulacro usado no roubo foi apreendido.

Questionado sobre o celular roubado, o rapaz disse que deixou com o motorista do táxi por conta de uma dívida de drogas. Naquela oportunidade, o veículo não foi localizado.

Publicidade






Em alta

plugins premium WordPress