Connect with us

Polícia

Suspeito de matar mulher a pedradas em Paranaguá é preso pela PCPR em São Paulo

O caso ocorreu no dia 02 de abril, em um terreno baldio no Jardim Paranaguá

Publicado

em

Equipes da Polícia Civil, que atuam na cidade de Paranaguá, agindo de forma conjunta com policiais civis do estado de São Paulo, deflagraram na sexta-feira, 23, uma operação para cumprimento de quatro mandados de busca e apreensão, um de prisão temporária e outro de prisão preventiva.

Durante a mobilização policial, que aconteceu na cidade paulista de Registro, as equipes prenderam Roderli Goncalves Godin, de 42 anos. Ele é suspeito da morte de Silvia Garcia de Souza, de 42 anos, ocorrida no dia 02 de abril, em um terreno baldio no Jardim Paranaguá.

Silvia Garcia foi violentamente agredida com pedradas.

COOPERAÇÃO

De acordo com o delegado da Polícia Civil do Paraná, Nilson Diniz, a cooperação entre as polícias possibilitou a prisão do suspeito, que havia deixado Paranaguá logo após o crime. Segundo o delegado da PCPR, a vítima foi morta a pedradas. “Sua prisão é muito importante em razão do risco que sua liberdade trazia para a sociedade. Um indivíduo que demonstra ser de extrema periculosidade”.

RELEMBRE O CASO

Uma mulher, de 42 anos, violentamente agredida, morreu na emergência do Hospital Regional, no começo da tarde desta sexta-feira, 2.

A vítima foi encontrada por populares agonizando em um terreno baldio, no cruzamento da Rua João Paoli Filho com a marginal da PR-407, rodovia das praias, no Jardim Paranaguá.

AMIGOS

Reconhecida no local por moradores do bairro, Silvia Garcia de Souza estaria horas antes bebendo na casa de amigos. A mulher teria deixado o imóvel no começo da madrugada.

De acordo com uma amiga da vítima, um celular, um carregador e certa quantia em dinheiro, que estariam com Silvia, não foram encontrados, indicando um possível latrocínio, o roubo seguido de morte.

Ainda de acordo com populares, Silvia era usuária de entorpecentes.

PEDRAS

Enquanto a vítima era atendida por socorristas do Samu, policiais militares que também foram acionados para a ocorrência, encontraram pedras sujas com sangue.

Silvia estava com o rosto bastante machucado e com vários ferimentos pelo corpo.

Em estado grave, ela foi encaminhada para a emergência do Hospital Regional, onde faleceu.

ADOLESCENTE

Na ação policial realizada na sexta-feira, 23, as equipes apreenderam um adolescente, de 16 anos. Contra o menor havia um mandado de busca e apreensão em aberto pelo envolvimento com o tráfico de entorpecentes. O menor foi encaminhado ao Centro Socio Educacional de Curitiba por determinação do Juízo da Vara da Infância.

Veja o vídeo gravado pela PCPR durante o cumprimento dos mandados judiciais em Paranaguá:

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.