Connect with us

Polícia

Perseguição policial e troca de tiros termina com assaltante morto no Emboguaçu

Durante a perseguição policial, que começou na Avenida Ayrton Senna, os assaltantes atiraram contra a equipe. Um dos disparos atingiu o parabrisa da viatura.

Publicado

em

Um assalto com reféns, ocorrido no começo da noite de sábado, 22, por volta das 19h30, na Vila Portuária, terminou com perseguição policial, troca de tiros e um criminoso morto. O confronto entre equipes da RPA – Rádio Patrulha Auto, da Polícia Militar, e o carro onde os assaltantes estavam, aconteceu no bairro Emboguaçu, perto de um campo de futebol.

Reféns

Por volta das 19h30, quatro indivíduos, armados e usando máscaras, invadiram uma casa na Rua Arcésio Guimarães, na Vila Portuária e renderam um casal. Agindo com bastante violência, o grupo amarrou uma das vítimas, um rapaz de 23 anos, que foi colocado dentro de um quarto. A outra pessoa surpreendida dentro da residência, uma moça de 23 anos, foi trancada em um banheiro.

Neste momento, os assaltantes começaram a recolher eletroeletrônicos e outros objetos da casa, que foram colocados dentro de um veículo Honda HRV, cor preta, placas de Paranaguá, pertencente a uma das vítimas.

Foram levados três televisões, dois notebooks, dois celulares, um tablete, um botijão de gás, joias, perfumes, pares de tênis e uma caixa de som amplificada.

O quarteto fugiu em seguida.

Logo que percebeu que o grupo tinha deixado a casa, uma das vítimas conseguiu acionar a Polícia Militar pela central 190.

O confronto entre policiais e assaltantes terminou no bairro Emboguaçu. Pelo menos três disparos atingiram a viatura da RPA. Nenhum policial ficou ferido

Perseguição

Com as características repassadas pelas vítimas, principalmente do veículo, equipes da RPA – Rádio Patrulha Auto – começaram a monitorar os principais acessos da cidade. Enquanto organizavam o cerco policial, outra ligação recebida pela central da corporação indicava que indivíduos armados e usando um utilitário escuro teriam ameaçado de morte, um homem de 44 anos, na Rua Visconde de Nácar, na Costeira.

Imediatamente outras equipes foram para o local e constataram o fato.

O cerco policial foi intensificado e, durante patrulhamento pela Avenida Ayrton Senna, o veículo suspeito foi localizado.

O utilitário, com quatro indivíduos dentro, trafegava em alta velocidade pela via. Os policiais tentaram realizar a abordagem, mas o motorista não obedeceu à orientação.

Durante o acompanhamento tático, um dos ocupantes do veículo suspeito, atirou na direção da viatura. O disparo atingiu o parabrisa do carro. A perseguição continuou por várias ruas do bairro Emboguaçu, perto de um campo de futebol. Neste local, houve intensa troca de tiros entre policiais e assaltantes. Outros dois tiros atingiram a viatura. Nenhum policial foi alvejado.

O utilitário roubado em uma casa na Vila Portuária e usado na fuga, foi abandonado pelos criminosos no final da Rua Jacarezinho. Os quatros assaltantes desembarcaram do veículo e trocaram tiros com os policiais

Ainda em fuga, agora pela Rua Jacarezinho, o condutor do veículo roubado perdeu o controle da direção e bateu no muro de uma residência. Os criminosos desembarcaram do utilitário e continuaram atirando na direção da guarnição, que novamente revidou.

Cercados, dois assaltantes, um deles baleado, foram abordados e presos. Dois conseguiram fugir correndo.

Identificados
Altair Lourenço Junior, de 18 anos, morador na Vila Portuária, alvejado por um disparo de arma fogo, foi preso. Um adolescente de 16 anos, morador no bairro Estradinha, foi apreendido.

Luan Patrick Pereira Gomes, de 25 anos, morador na Vila Portuária, que fugiu correndo, foi encontrado caído no quintal de uma casa. Atingido durante o confronto com os policiais, ele morreu no local.

O quarto assaltante conseguiu fugir.

Recuperados

Enquanto registravam a ocorrência, no local onde a troca de tiros aconteceu, o adolescente indicou uma casa, no bairro Estradinha, onde os objetos roubados, momentos antes, estariam escondidos.

No endereço indicado, no cruzamento das Ruas Edevino Grani com Comandante Dídio Costa, os policiais encontraram, dentro de uma residência, todos os pertences das vítimas.

IML

O local onde estava o corpo de Luan Patrick Pereira Gomes, que tinha várias passagens pela polícia, foi periciado. Logo em seguida, o corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Paranaguá, onde passou por exames complementares.

O perito da Criminalística também realizou o procedimento na viatura policial, atingida por pelo menos três disparos de arma de fogo.

Todos os envolvidos na ocorrência foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil.

Altair Lourenço Junior, alvejado por um disparo de arma de fogo durante o confronto com a polícia, foi internado no Hospital Regional do Litoral, sob escolta policial.

Na manhã de domingo, 23, ele recebeu alta hospitalar e foi encaminhado para a Cadeia Pública de Paranaguá, onde está à disposição da Justiça.

Adolescente

O adolescente de 16 anos, envolvido no assalto e na troca de tiros, estava sendo procurado pela Justiça. Contra ele, havia um mandado de busca e apreensão em aberto. O adolescente foi apreendido pela Polícia Militar na madrugada de quinta-feira, 20, logo após assaltar um caminhoneiro, no bairro Industrial.

Relembre o Caso

Um adolescente de 16 anos foi apreendido por policiais militares, na madrugada de quinta-feira, 20, por volta de 1h40, logo após assaltar um caminhoneiro, no bairro Industrial, em Paranaguá.

De acordo com o profissional do volante, um homem de 45 anos, morador em Paiçandu, no interior do Paraná, ele estava ao lado do caminhão, na Avenida Governador Manoel Ribas, quando foi abordado por dois indivíduos, que pediram dinheiro.

Enquanto separava algumas moedas, o caminhoneiro foi surpreendido por um dos suspeitos, o qual, armado, anunciou o assalto.

Rendido, o homem foi obrigado a entregar uma aliança, um aparelho celular e certa quantia em dinheiro. Os criminosos fugiram em uma bicicleta.

Apreendido

Com as características repassadas pela vítima, a dupla foi localizada pelas equipes que cercavam a região. Ao perceber a aproximação das viaturas, os suspeitos entraram em um beco, na Serraria do Rocha.

Perseguidos, apenas o menor foi abordado, o comparsa conseguiu fugir.

Nenhum pertence roubado momentos antes foi recuperado.

Reconhecido pela vítima, o adolescente apreendido foi encaminhado para o plantão da Polícia Civil, onde as medidas cabíveis foram adotadas.