conecte-se conosco

Polícia

Médico condenado com 12 anos de prisão após atropelar casal em Santa Catarina é preso em Paranaguá

O caso aconteceu por volta das 19h50h do dia 2 de agosto de 2015, na BR-101 em Balneário Camboriú

Publicado

em

Nesta quinta-feira, 7, equipes da Polícia Civil de Paranaguá e a Força Nacional, cumpriram um mandado de prisão do médico Marcelo Augusto Baroni Sader, de 52 anos, condenado por homicídio tentado em Balneário Camboriú, durante um acidente de trânsito. 

O caso aconteceu por volta das 19h50h do dia 2 de agosto de 2015, na BR-101 em Balneário Camboriú. Marcelo estava em seu carro, um Ford Focus, e colidiu contra a traseira do automóvel Ford Fusion, no qual estava um casal.

Após a colisão, os dois condutores pararam os veículos e o casal desceu do carro para conversar com o Marcelo, ele, no entanto, engatou uma ré e em seguida avançou com o carro sobre o casal, atropelando os dois. O homem sofreu ferimentos no tornozelo e no pé direito, enquanto a mulher ficou presa entre os eixos do carro de Marcelo e sofreu fraturas no tornozelo e na pelve, necessitando de três cirurgias.

Na ocasião, a Policia Rodoviária Federal ao chegar ao local da ocorrência, solicitou que Marcelo fizesse o teste de etilômetro, uma vez que apresentava forte odor etílico, fala confusa e demais sinais de embriaguez, porém, o mesmo se negou a fazer o referido teste. Ele ainda estava com sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) irregular.

O Tribunal do Júri de Balneário Camboriú no Litoral Norte de Santa, acolheu a acusação do Ministério Público de Santa Catarina de tentativa de homicídio no dia 24 de novembro de 2021. Durante o julgamento, o Júri Popular de Balneário Camboriú considerou que Marcelo tentou matar o casal, mas não teve sucesso devido à intervenção de terceiros que prestaram socorro imediato.

A pena aplicada pelo Juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca de Balneário Camboriú, que presidiu o Tribunal do Júri, foi de 12 anos, quatro meses e cinco dias de reclusão.

Em alta

plugins premium WordPress