Connect with us

Polícia

Dupla furta dois estepes de caminhão em menos de uma hora no Parque São João

Publicado

em

estepes

Câmeras de segurança instaladas em uma empresa na marginal da Avenida Ayrton Senna da Silva, na região do Parque São João, registraram o furto de dois estepes de caminhão, na madrugada de segunda-feira, 19.

De acordo com informações apuradas pelo nosso departamento de jornalismo, os caminhões estavam estacionados em pátios, nas proximidades.

1.º FURTO

Por volta das 4h34, as câmeras registraram dois suspeitos empurrando um estepe de caminhão.

A dupla passou tranquilamente pela marginal da avenida e seguiu para um acesso que termina na Rua Alzira Andrade Dutra, onde esconderam o pneu em um “mocó”.

Veja o vídeo:

2.º FURTO

Pouco tempo depois, por volta das 5h, o sistema de monitoramento da empresa registrou o segundo furto.

A mesma dupla passou pelo local empurrando outro pneu. Eles fizeram o mesmo percurso e, provavelmente, esconderam o estepe no mesmo local.

Veja o vídeo:

Em contato com moradores na região, comerciantes e caminhoneiros, todos relataram que as cenas gravadas pelas câmeras de segurança acontecem com muita frequência.

Os criminosos são vistos carregando peças e acessórios furtados, principalmente durante a madrugada, quase diariamente. Vários imóveis abandonados servem de “depósito” para o material.

Ainda de acordo com as testemunhas e vítimas, todo o material furtado é trocado por entorpecentes, em “biqueiras”, locais onde acontece o tráfico de drogas, na Vila São Jorge.

Operações e abordagens são realizadas pela Polícia Militar e Guarda Civil Municipal no bairro, porém, os suspeitos esperam a saída das equipes e horas depois, voltam a cometer os delitos.

Caminhoneiros ouvidos pela nossa reportagem, reclamam do prejuízo. Um estepe de caminhão, que inclui o pneu e a roda, custa em torno de R$ 2.000,00.

Além do furto dos pneus, os criminosos levam também baterias, botijões de gás e outras peças e acessórios.

Ações armadas, onde o caminhoneiro é surpreendido dentro da cabine do veículo, também são registradas na região. Neste caso, o alvo dos assaltantes é dinheiro e objetos pessoais, que os motoristas levam no caminhão.