conecte-se conosco

Polícia

Denúncia anônima repassada para Polícia Militar resulta na apreensão de 33 toneladas de mercadorias em Paranaguá

Uma denúncia anônima levou equipes da ALI e da RPA até um barracão, na Vila Garcia, onde uma carga de origem duvidosa estava sendo carregada em um caminhão

Publicado

em

Uma denúncia anônima repassada para a Polícia Militar e que mobilizou agentes da ALI – Agência Local de Inteligência e RPA – Rádio Patrulha Auto, no final da tarde de terça-feira, 8, resultou na apreensão de 33 toneladas de mercadorias de origem duvidosa e na prisão de 6 pessoas. Uma adolescente, de 17 anos, foi apreendida.

BARRACÃO

De acordo com a corporação, a informação recebida indicava o carregamento de um caminhão, que estava dentro de um barracão, na Vila Garcia, em Paranaguá, com carga desviada e furtada.

No endereço indicado, na Rua Levi Gonçalves, os agentes da ALI constataram a situação e com o apoio de equipes da RPA abordaram o local.

Em contato com o responsável pela operação, um homem, de 33 anos, os policiais foram informados que o caminhão estava sendo carregado com aproximadamente 30 toneladas de cevada e 3 toneladas de fertilizantes diversos.

Dentro do barracão os policiais encontraram aproximadamente 30 toneladas de cevada e 3 de fertilizantes diversos. Nenhuma documentação que comprovasse a origem das mercadorias foi apresentada para os policiais

O homem relatou ainda que não tinha as notas fiscais ou a documentação de origem dos produtos.

O responsável fez contato telefônico com um indivíduo conhecido como Pablo, que seria o dono da mercadoria, para providenciar a documentação.

Pablo teria dito que a documentação não seria apresentada e ofereceu a quantia de R$ 2 mil, para os policiais, como forma de suborno. Ele queria que a carga fosse liberada no local mediante o pagamento.

TÁXI

Enquanto registravam a ocorrência, um táxi parou na frente do barracão e uma adolescente, de 17 anos, desembarcou do veículo. Ela trazia a quantia oferecida como suborno para as equipes.

O dinheiro seria entregue em um primeiro momento para o responsável pelo carregamento da carga e em seguida, repassado para os policiais.

Diante da situação, todos que estavam no barracão receberam voz de prisão.

Os policiais apreenderam também R$ 2 mil que foram oferecidos, pelo dono da carga, como suborno para que a mercadoria fosse liberada

Além do responsável pelo carregamento, estavam no local dois auxiliares, o dono do caminhão, o motorista de uma empilhadeira, que estava sendo usada na operação, e a adolescente que foi apreendida.

SUBORNO

Por conta do dinheiro oferecido como suborno, os policiais seguiram com as diligências e conseguiram o endereço do indivíduo que seria o dono da carga.

O caminhão que estava sendo carregado, uma empilhadeira e um utilitário Renault Duster foram recolhidos e encaminhados para a Delegacia Cidadã

Pablo Gabriel Souza, de 31 anos, estava trafegando em uma caminhonete Renault Duster, pela Avenida Belmiro Sebastião Marques, na região do Parque São João, quando foi localizado pelas equipes.

O rapaz tentou fugir da abordagem, mas foi perseguido e preso.

Todos os envolvidos foram encaminhados para o plantão da Polícia Civil, onde as medidas cabíveis foram adotadas.

A mercadoria recuperada e os três veículos apreendidos, o caminhão bitrem, a empilhadeira, e o utilitário também foram levados para a unidade policial.