conecte-se conosco

Marinha do Brasil

Serviço de Sinalização Náutica do Sul-Sudeste (SSN-8) realiza cerimônia de transmissão de cargo

Novo encarregado é o capitão de corveta Pablo Araujo Barbosa

Publicado

em

O encarregado do Serviço de Sinalização Náutica do Sul-Sudeste (SSN-8), capitão de corveta Nelson Ferraz de Araújo Neto, fez a transmissão de cargo para o capitão de corveta Pablo Araujo Barbosa. A cerimônia de transmissão de cargo foi realizada na manhã de sexta-feira, 23, na Capitania dos Portos do Paraná.

O comandante do 8.º Distrito Naval, vice-almirante Marco Antônio Ismael Trovão de Oliveira, lembrou que o SSN-8 engloba os dois maiores portos do Brasil, o de Santos e o de Paranaguá.

“A segurança na navegação é a nossa maior preocupação, porque a entrada e saída dos navios tem que ser feita sempre de forma ordenada. A Marinha também é responsável por isso, por manter os navios seguros e reduzir o frete internacional, porque as autoridades internacionais entendem que nosso serviço é tão bom que dá essa segurança aos navios. Com isso, contribuímos para o crescimento da nação. A manutenção dos índices acima de 95% dá credibilidade ao Brasil como País componente de organismos internacionais de trânsito aquaviário”, afirmou o vice-almirante Trovão.

O comandante do 8.º Distrito Naval, vice-almirante Marco Antônio Ismael Trovão de Oliveira, cumprimenta o novo encarregado do SSN-8, o capitão de corveta Pablo Araujo Barbosa

O capitão dos Portos do Paraná, comandante Anderson Brito de Melo, falou sobre a relevância do serviço e sua jurisdição. “O Serviço de Sinalização agrega não só Paranaguá, mas também a jurisdição de todo o 8.º comando. A importância do serviço é manter os sinais de auxílio à navegação. A jurisdição é enorme e o serviço é muito grande, mas os portos contam com o apoio da Capitania e também do comando do 8.º Distrito”, disse o capitão Anderson.

Novo encarregado é o capitão de corveta Pablo Araujo Barbosa

O capitão de corveta Pablo Araujo Barbosa, que assume o cargo, falou dos desafios em assumir o Serviço de Sinalização na região. “Temos que manter, através do trabalho que vem sendo realizado pelo comandante Ferraz, os índices de eficácia de balizamento referente aos dois principais portos do País, são portos que estão em ampla evolução e desenvolvimento comercial. O balizamento é capaz até de interditar um porto quando está apagado ou destruído. O trabalho dos militares do SSN-8 é nesse sentido de manter tudo em condições operacionais de forma a sinalizar para a segurança das embarcações. A responsabilidade é grande e estamos preparados para cumprir a missão”, reforçou o capitão Pablo.

O capitão dos Portos do Paraná, comandante Anderson Brito de Melo, acompanhou a cerimônia

O capitão de corveta Nelson Ferraz de Araújo Neto, que deixa a função após dois anos, destacou os resultados obtidos. “Tive o privilégio de servir com militares muito bons, com lealdade e profissionalismo fizeram com que nós alcançássemos os resultados expressivos dos últimos anos. Elevamos o nosso índice de eficácia de 60 para 100% a base de muito trabalho e obviamente com contribuição das autoridades portuárias de Paranaguá e Antonina que foram fundamentais para relativo sucesso”, frisou o capitão Ferraz.

O capitão Nelson Ferraz com a filha Aurora Ferraz e ao lado de seu pai, Nelson Ferraz de Araujo e sua mãe Meirissandy Araujo
plugins premium WordPress