Connect with us

Litoral

Sensação térmica chegou a 51ºC no litoral na quarta-feira, aponta Simepar

Paranaguá contabilizou sensação térmica de 45ºC por volta das 16h

Publicado

em

Sensação térmica chegou a 51ºC no litoral na quarta-feira, aponta Simepar

Maior sensação térmica na região foi registrada na estação meteorológica de Guaraqueçaba

A quarta-feira, 6, registrou calor intenso em todo o litoral do Paraná. Segundo o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), a região chegou a assinalar a sensação térmica de 51ºC na Estação Meteorológica da Reserva Natural Salto Morato, em Guaraqueçaba, tendência de clima quente seguido em outras três estações do Simepar localizadas em Antonina, Paranaguá e Guaratuba.

Segundo os dados do Simepar, em Guaraqueçaba, além da sensação acima dos 50ºC por volta das 15h, a temperatura média registrada foi de 35,5ºC com uma umidade relativa de 63,3%. Em Paranaguá, maior cidade do litoral, o calor foi intenso com sensação térmica de 45ºC contabilizada às 16h. A temperatura média no município foi de 37ºC com umidade relativa de 47,2%. 

Antonina não ficou para trás de Paranaguá no pódio do termômetro litorâneo. Segundo o Simepar, a estação localizada no município também registrou, por volta das 16h, uma sensação de 45ºC, com temperatura média de 33ºC e umidade relativa de 70%. Na estação de Guaratuba, única localizada nos municípios que concentram a maior parte das praias do litoral, a sensação térmica registrada foi de 41ºC, com umidade relativa de 62% e temperatura média de 32,9ºC, números contabilizados às 16h. 

O que é sensação térmica?

Também conhecida como temperatura aparente, é a forma que os sentidos do corpo humano percebem a temperatura do ar, número que é diferente da temperatura real e, por isso, alcança índices maiores.

“O cálculo da sensação térmica, que é a temperatura que realmente sentimos em uma determinada situação, deve levar em conta dois fatores: velocidade do vento e umidade relativa do ar. A tabela disponibilizada no site do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) calcula que a sensação térmica diminui aproximadamente 1ºC a cada vez que os ventos chegam a 7 km/h – quanto maior a velocidade do vento, maior o calor retirado da superfície da pele, e, portanto, maior a sensação de frio”, explica o setor de Geografia da Secretaria de Estado da Educação.

Leia também: Bala de banana de Antonina obtém selo do INPE e é reconhecida nacionalmente