conecte-se conosco

Litoral

Estragos das rajadas de vento paralisaram funcionamento de escolas em Matinhos

Prédios administrativos das secretarias de Educação e Saúde não fizeram atendimento na quinta-feira, 13

Publicado

em

Foto: Prefeitura de Matinhos/Divulgação

Na quinta-feira, 13, o mau tempo e os ventos fortes afetaram o funcionamento de escolas municipais em Matinhos, bem como os prédios administrativos das secretarias municipais de Educação, Cultura e Esporte e de Saúde. Segundo o município, estragos foram causados em unidades de ensino e sedes das pastas, algo que exigiu que houvesse suspensão do atendimento de alunos e cidadãos nesses locais, visando a segurança dos moradores. 

“Devido aos fortes ventos que resultaram em diversos estragos no município, a Defesa Civil está em estado de alerta com equipes trabalhando nas ruas para atender as emergências. Telefones disponíveis para emergências: 0800 397 1600 (Ramal 714) ou pelo WhatsApp (41) 920046916”, alerta a Prefeitura.

De acordo com a assessoria, a pasta de Educação informou “que devido a estragos causados pelos fortes ventos, falta de luz e internet, e também zelando pela segurança de todos, o prédio da administração e as escolas não estarão fazendo atendimentos na data de quinta-feira, 13”, completa. 

“A Secretaria Municipal de Saúde informa que devido aos estragos causados pelos fortes ventos e zelando pela segurança de todos, o prédio da Administração não estará fazendo atendimentos na data de quinta-feira, 13”, finaliza a Prefeitura de Matinhos. 

Simepar a previsão do tempo

Segundo o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), na quinta-feira, 13, a temperatura em Matinhos foi de máxima de 22.ºC e mínima de 16.ºC, com rajadas de vento que chegaram a 71 KM/h e precipitação acumulada de 1,3 mm. Na sexta-feira, 14, os ventos devem diminuir, com rajadas previstas de 27 KM/h, mas a temperatura deve cair, com máxima prevista de 18.ºC e mínima de 10.ºC, com a previsão de que não haverá chuva. 

Com informações da Prefeitura de Matinhos e Simepar

Em alta