conecte-se conosco

Litoral

Com um contato humano confirmado com ave infectada, Antonina faz novo alerta para Gripe Aviária

Moradores não devem tocar em aves e animais encontrados mortos ou doentes próximos à baía

Publicado

em

Foto: Arnaldo Alves/AEN - Ilustrativa

Na quarta-feira, 14, a Prefeitura de Antonina emitiu mais um alerta à população com relação à Gripe Aviária (Vírus H5N1), destacando que, junto à Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), confirmaram a presença de uma ave com o vírus e que uma pessoa teve contato com o animal em região próxima à baía de Antonina. O município reforça que moradores e turistas não devem ter contato com aves ou animais mortos ou que estejam doentes próximo a baía para evitar a possibilidade de contrair a doença. 

“A Prefeitura de Antonina alerta a toda população a não tocar em aves ou outros animais que sejam encontrados mortos ou doentes próximo a baía. Esse alerta é devido um surgimento de um caso isolado de gripe aviária em encontrado em uma ave em Antonina que acendeu o alerta no estado, já que o vírus H5N1 tem potencial de causar pandemia”, informa a Prefeitura.

O município afirma que a Organização Mundial de Saúde (OMS) orienta um monitoramento rigoroso da doença, algo que está sendo feito pela Vigilância em Saúde, que acompanha toda a situação, com ações de rastreio e vigilância. “Até o momento, temos a confirmação de um contato humano com a ave encontrada em Antonina e as equipes da Vigilância em Saúde e Adapar já estão monitorando”, complementa.

O que fazer ao se deparar com aves mortas ou doentes

“A Prefeitura recomenda que ao se deparar com um animal morto ou doente em áreas próximas à baía não toque ou resgate, avise a Secretaria Municipal do Meio Ambiente ou as autoridades sanitárias locais e também a Coordenação Sanidade Avícola na Adapar, através do contato: 41 2152-6350 ou 41 2152-6354 ou por e-mail: [email protected]”, informa, destacando que o Ministério de Agricultura e Pecuária (Mapa) presta informações sobre a enfermidade. 

Sobre a doença

“Até o momento, temos a confirmação de um contato humano com a ave encontrada em Antonina e as equipes da Vigilância em Saúde e Adapar já estão monitorando”, informa a Prefeitura (Arte: Prefeitura de Antonina)

“A Gripe aviária é uma doença viral e altamente contagiosa que afeta aves domésticas e silvestres, podendo atingir também no homem, com 54% de letalidade.  O Brasil é livre de Influenza Aviária na produção avícola, tendo havido notificação em aves silvestres no estado do Espírito Santo e Rio de Janeiro, em maio de 2023, e na última semana foi notificado aqui no Paraná especificamente em nossa cidade. Diante dos casos identificados, o MAPA e as secretarias estaduais de Agricultura, intensificaram as medidas de prevenção da doença no território nacional”, salienta a prefeitura.

O município reforça que a população deve estar alerta a aves com sinais da Gripe Aviária. Entre os sinais constam dificuldade respiratória, secreção nasal ou ocular, espirros, incoordenação motora, torcicolo, diarreia, produção de ovos malformados, quedas no consumo de água e ração, bem como alta mortalidade presente de aves silvestres ou domésticas.

Com informações da Prefeitura de Antonina

Em alta