conecte-se conosco

Litoral

Balanço apresenta atividades de 50 dias do Verão Paraná no Litoral

A prestação de contas das ações do projeto foi conduzida pelo secretário da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares

Publicado

em

Fotos: SESP

Lazer, conscientização, segurança e proximidade com a comunidade foram os principais serviços dos 50 dias do Verão Paraná – Viva a vida (2021/2022) no litoral paranaense.

A prestação de contas das ações do projeto foi conduzida pelo secretário da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, coordenador estadual do Verão Paraná – Viva a vida 2021/2022, na terça-feira, 8, no Sesc Caiobá, em Matinhos, e contou com os coordenadores ou representantes das instituições do Governo do Estado atuantes no projeto desta temporada. 

Para o secretário da Segurança Pública do Paraná e coordenador estadual do Verão Paraná – Viva a vida 2021/2022, Romulo Marinho Soares, os 50 dias de temporada foram de entrega e comprometimento de instituições envolvidas. “O que acontece aqui no Litoral é fruto de uma integração, de planejamento prévio, com a participação de todos, e eu gostaria de externar o meu agradecimento e dizer que a população litorânea está muito bem assistida graças a esse trabalho integrado. O Governo do Estado ofereceu lazer, diversão, entretenimento, saúde, orientações, cuidados, segurança e muito mais”, esclarece. 

Esporte

De 28 de dezembro a 30 de janeiro, o Verão Paraná – Viva a Vida bateu o recorde de todas as edições, efetuando 607.273 atendimentos no Litoral e no Noroeste do Estado. Os atendimentos se referem aos cadastros feitos nos postos fixos e interações com o trio elétrico que percorreu toda a orla de Matinhos até Pontal do Sul, em Pontal do Paraná. 

De acordo com o superintendente Geral do Esporte, Helio Renato Wirbiski, os postos fixos do Verão Paraná foram estruturados com palcos para as aulas, muro de escalada com tirolesa, mesa de futmesa, além de quadras de vôlei de praia, futebol e beach tennis, entre outras atividades. Todas as atividades foram preparadas, acompanhadas e conduzidas por mais de 250 profissionais e acadêmicos de Educação Física, Turismo, Enfermagem e Comunicação.

“Através de lazer, esporte e cultura, nós trouxemos muito entretenimento e pudemos receber muito bem o nosso veranista. Também foi um trabalho de conscientização, oferecendo lazer, cultura e apresentações circenses para as famílias. Tivemos atendentes de enfermagem orientando sobre o distanciamento social e cuidados. Foi uma ação integrada e coordenada pela Secretaria da Segurança Pública, que uniu forças para atender os veranistas”, destaca.

Saúde

A Secretaria de Estado da Saúde reforçou ações de enfrentamento à Covid-19, à dengue e outras doenças. Segundo o Chefe de Gabinete da Secretaria da Saúde do Paraná, Dr. Cesar Augusto Neves Luiz, as ações e serviços no Verão Paraná – Viva a Vida (2021/2022) referente à saúde tiveram um investimento de cerca de R$ 10 milhões, repassado aos municípios, que são responsáveis pela condução das atividades, promovendo uma condução  assertiva no Verão e alcançando resultados positivos nesse trabalho de sinergia com outras secretarias. 

“Apesar de termos tido o dobro de casos, em relação a janeiro do ano passado, o número de óbitos, em comparação, foi de apenas 10%, isso porque fizemos uma estrutura de reforço. Colocamos, esse ano, mais helicópteros, um avião para remoção, inclusive à noite, o que não acontecia nas operações passadas e, principalmente, tivemos maior aporte de testes antígenos, com resultados mais rápidos e mais conclusivos para a população”, enaltece.

Meio Ambiente e Turismo

A Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo também teve resultados positivos nesses 50 dias de Verão Paraná. O Instituto Água e Terra (IAT) atuou com o monitoramento semanal da balneabilidade do Litoral e das praias de água doce do Interior, somando sete até o momento. “Neste ano a gente dirimiu alguns problemas em relação ao ano passado com a experiência adquirida, melhoramos algumas situações e complementamos os convênios”, destaca a gerente de Gestão de Bacias Hidrográficas, Danieli Teixeira Tortato.

A Sanepar recolheu mais de 430 toneladas de resíduos sólidos nos 48 quilômetros de faixa de areia das praias de Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná até 31 de janeiro.

Para garantir o fornecimento de energia a toda população do Litoral e também aos veranistas, a Copel tem geradores de energia à disposição e aumentou o número de trabalhadores na região e foram 1.200 empréstimos de guarda-sóis e jogos de frescobol para os veranistas, com a condição de que eles aderissem à fatura digital, sendo um compromisso da Copel com o meio ambiente, reduzindo custos e produzindo menos material. 

“Nas areias nós trabalhamos em conjunto com a Secretaria do Esporte e foi muito gratificante. Tivemos também um casal que já faz parte da família Copel palestrando para crianças sobre a segurança na utilização de energia elétrica e consumo consciente, e isso encantou bastante. A gente sempre aposta muito nas crianças porque elas são grandes multiplicadoras”, frisa o gerente do departamento de serviços da Copel, Sidney Garstka.

De acordo com o Diretor presidente da Paraná Turismo, Irapuan Cortes Santos, foram implantados no Litoral seis tendas da Paraná Turismo, com o intuito de oferecer informações turísticas aos veranistas paranaenses e apresentar outras formas de turismo no estado. “Nesse projeto conseguimos engajamento de todo o pessoal e o Turismo só tem a agradecer. Atendemos mais de 20 mil turistas durante estes meses da Operação Verão e foi muito válido. Os turistas gostaram bastante da nossa abordagem”, enaltece.

Balanço apresenta atividades do governo no litoral

Cidadania

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (SEJUF) em parceria com outros órgãos do Governo Estadual promoveu atividades gratuitas, com o intuito de estabelecer diretrizes e prioridades para as políticas de públicas de  emprego e renda ao Paraná por meio dos serviços, informações, orientações e até oportunidade de trabalho para os veranistas e moradores da região. O Gerente de projetos da SEJUF, Leonardo Xavier, avalia de forma positiva a adesão e a proximidade da população com os serviços oferecidos.

“Para nós foi muito importante em relação às nossas políticas públicas e de assistência social e em relação ao que a Secretaria de Justiça propõe à população. Não conseguiríamos fazer nada sem o apoio das polícias e da Copel, que nos ajudou bastante, assim como o pessoal da Paraná Turismo que esteve conosco diariamente. Então houve esse trabalho em conjunto, o que nos permitiu abranger o público ainda mais”, esclarece.

Outra instituição que contribuiu com a cidadania foi o Departamento de Trânsito (Detran/PR). Foram 4.537 atendimentos técnicos no litoral (serviços prestados pelo Detran referentes a condutores e veículos), 11.283 nas tendas  Detran Educa, sendo 6.518 crianças e 4.765 adultos, além de alcançar 5.792 pessoas em blitzes conjuntas. “Buscamos levar serviços importantes e que muitas vezes o cidadão não consegue fazer no dia a dia, e foi um sucesso”, avalia a chefe da divisão de Programas Educativos, orientação técnica e Assessoramento da Escola Pública de Trânsito do Detran/PR, Dayana Cavalli.

Fonte: Verão Paraná