Connect with us

Infraestrutura

Portos do Paraná firmam parceria inédita com Fundación Valenciaport

Objetivo é modernizar os portos com projetos na área de tecnologia (Foto: Claudio Neves/Portos do Paraná)

Publicado

em

A empresa pública Portos do Paraná firmou uma colaboração técnica inédita com a Fundación Valenciaport, um centro de pesquisa, inovação e formação do setor logístico portuário, com sede no porto de Valência, na Espanha, e atuação em portos da Europa, América Latina, Ásia e Oriente Médio. Objetivo é modernizar os portos paranaenses, com grandes projetos na área de tecnologia, inovação e qualificação humana.

A proposta é única no Brasil e deve modernizar os portos de Paranaguá e Antonina, com estratégias que são referência nos mais importantes e eficientes portos do mundo. “Ter a fundação ao nosso lado, ajudando a compor projetos estratégicos, vai transformar nossos portos para o futuro”, afirma o diretor-presidente da Empresa Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia.  

“Trata-se de uma instituição renomada e o Paraná quer trazer esse conhecimento para se manter na vanguarda entre os portos brasileiros. Temos certeza de que será um dos marcos históricos em cooperação de trabalho internacional”, destaca Garcia.  

Projetos

A colaboração prevê a construção do Port Community System, uma plataforma de troca de dados da comunidade portuária. O PCS conecta múltiplos sistemas usados por diferentes organizações envolvidas na atividade, integrando as informações de toda cadeia logística.

“A intenção é acompanhar e auxiliar os portos paranaenses na execução da sua transformação digital. Esta parceria teve origem em uma série de conversas, sobre o que os portos do Paraná planejavam para o futuro e o que a Fundación previa para a América Latina. O encontro de ideias permitiu discutir um trabalho conjunto que será inédito em um porto brasileiro”, informa o diretor Internacional da Fundacíon Valenciaport, Miguel Garín Alemany.

Novo Modelo

O Port Collaborative Decision Making (PortCDM) propõe um novo modelo de gerenciamento das operações marítimas, em tempo real, entre todos os agentes envolvidos nas operações de chegada e saída de navios. Além disso, a parceria discute questões de segurança digital e tecnologia de proteção de dados.

“O Porto de Paranaguá foi escolhido como piloto e será o primeiro da América Latina a desenvolver uma plataforma nestes moldes. Junto com o porto de Valência, estará entre os primeiros do mundo na aplicação deste conceito. O PortCDM é uma inovação incrível e o Paraná será referência para portos de todos os países”, avalia o diretor do Projeto da Fundación Valenciaport, Jonas Mendes Constante.

Capacitação 

Os projetos serão completamente bilíngues e preveem, ainda, a capacitação e treinamento das equipes e funcionários da empresa pública paranaense na construção de um “smart port”, usando automação e tecnologias inovadoras para melhorar a performance.  

“Quanto mais competitivos forem nossos recursos humanos, mais competitivos são nossos portos. Então teremos um programa de formação em gestão estratégica de portos, gestão de talentos, gestão comercial e marketing portuário, além de gestão da eficiência energética e Meio Ambiente”, explica Ana Rumbeu Daviu, diretora de Formação e responsável pelos treinamentos.

Cronograma

As ações em parceria já começam a ser desenvolvidas, em conjunto, nesta semana. O cronograma será executado ao longo de 12 meses e a expectativa é que os Portos do Paraná ganhem destaque no cenário europeu, com atração de novos investimentos e aumento nas movimentações.

Fonte: AENPR