conecte-se conosco

Infraestrutura

Exportação de óleo de soja e importação de soda cáustica são os destaques do trimestre na Cattalini

Foram embarcadas 328 mil toneladas de óleo de soja pelo terminal

Publicado

em

Foto: Claudio Neves / Portos do Paraná

As exportações de óleo de soja e as importações de soda cáustica foram os destaques do primeiro trimestre deste ano nas operações da Cattalini Terminais Marítimos. Entre janeiro e março de 2022 os produtos registraram aumento de 31% para óleo de soja e 334% para soda cáustica em comparação ao mesmo período de 2021.

Segundo Lucas Guzen, gerente Comercial da empresa, os embarques de óleo de soja foram impulsionados, entre outros pontos, pelas margens do esmagamento na indústria.

“Esse fator influenciou a decisão do mercado em ampliar o fluxo de produto destinado à exportação. Historicamente, o Porto de Paranaguá é reconhecido neste segmento, assim como a Cattalini, que atende a essas exportações com eficiência e segurança”, comentou Guzen.

No primeiro trimestre deste ano, foram embarcadas 328 mil toneladas de óleo de soja pelo terminal da Cattalini. Em igual período de 2021, o volume foi de 250 mil toneladas.

Importação

No total de granéis líquidos movimentados, a Cattalini fechou o primeiro trimestre deste ano com mais de 1 milhão de toneladas, volume semelhante ao mesmo período de 2021.

Nas importações, o destaque ficou por conta da soda cáustica. Entre janeiro e março deste ano 74 mil toneladas foram desembarcadas no terminal Cattalini contra 22 mil toneladas no mesmo período do ano passado.

De acordo com Lucas Guzen, o maior volume é resultado do trabalho da Cattalini em atrair cargas de diferentes segmentos, consolidando-se como terminal multipropósito. “Ao captarmos essas oportunidades demonstramos nossa capacidade de movimentar diferentes produtos simultaneamente – óleos vegetais, líquidos não-inflamáveis, produtos químicos e combustíveis –, mantendo a qualidade, a segurança e a agilidade das operações”, salientou Guzen.

Para ser um terminal multipropósito a Cattalini investe em infraestrutura, tecnologia e no aumento do seu quadro de colaboradores. “Com 15 novas contratações no período, a empresa fechou o trimestre com um total de 529 colaboradores, contribuindo para a geração de emprego e renda na cidade de Paranaguá”, frisou Guzen

Responsabilidade social

Neste primeiro trimestre outra marca positiva foi registrada pela Cattalini: o incremento do número de escolas públicas atendidas pelo Programa Cattalini + Sustentável.

A partir de 2022 as escolas municipais “Eloina Loyola de Camargo Viana” e “Arminda de Souza Pereira”, localizadas nos bairros Bockman e Jardim Iguaçu, serão apadrinhadas pelo Programa. Ambas estão localizadas nas proximidades do Centro de Tancagem 2 e ao pátio de caminhões da Cattalini.

Os dois estabelecimentos de ensino se unirão às escolas municipais “Randolfo Arzua”, “Costa e Silva”, “Amparo” e ao colégio estadual “Bento Munhoz da Rocha Neto”, localizados nos bairros próximos da Cattalini e, igualmente, serão beneficiados com os projetos voltados ao esporte, saúde, educação, cultura, meio ambiente e cidadania.

Da Assessoria da Cattalini