Connect with us

Infraestrutura

Agronegócio representa 80,3% das exportações do Paraná

Produtos que mais participaram deste montante foram do Complexo Soja e as carnes

Publicado

em

Da receita gerada pelas exportações do Paraná no primeiro quadrimestre deste ano, 80,3% têm origem no agronegócio do Estado. Somando cerca de US$ 4,12 bilhões, os produtos que mais participaram deste montante foram do Complexo Soja, as carnes e os produtos florestais.

De março a abril, as exportações brasileiras do agronegócio somaram US$ 31,40 bilhões, alta de 5,9% em relação ao mesmo período no ano anterior. O Paraná é o terceiro Estado mais expressivo neste valor, sendo responsável por 13,14% deste total, atrás apenas do Mato Grosso (18,33%) e São Paulo (15,38%).

A receita gerada pela agricultura e pecuária paranaense supera em US$ 160 milhões a das exportações dos produtos de janeiro a abril de 2019. Somente a soja representa quase metade (46,7%) das exportações do Agro paranaense. O setor alcançou receita de quase US$ 1,93 bilhão.

O secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, avalia que o comportamento das exportações paranaenses está alinhado com o agronegócio no restante do Brasil. No cenário nacional, também houve crescimento expressivo nos embarques do Complexo Soja, que gerou aproximadamente US$ 11 bilhões em receita..

No Complexo Carne, tanto o desempenho brasileiro como o paranaense foram bastante satisfatórios no primeiro quadrimestre. “O Brasil está embarcando especialmente para a China, País que passou por dificuldades sanitárias com a peste suína africana e está importando carne para garantir o consumo”, diz o secretário. No cenário estadual, ele também destaca o desempenho do açúcar, que cresceu 103% em volume e 96% em valor nos primeiros meses do ano.

O Paraná exportou, de janeiro a abril de 2020, aproximadamente 4,4 milhões de toneladas de soja em grão. Esse volume é 39% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, quando haviam sido exportados aproximadamente 3,1 milhões de toneladas. Em volume financeiro, o crescimento foi de 33%.

Destinos

Mais de 40% de tudo o que o Paraná exportou, da produção agropecuária, teve como destino a China. As vendas para o país asiático, totalizaram em torno de US$ 1,67 bilhão.

Países do bloco da União Europeia são o segundo principal destino das exportações do Agronegócio do Estado. Esses representam quase 13,6%, comprando US$ 560,7 milhões.

De acordo com os dados do Ministério da Economia, de janeiro a abril o Brasil exportou 203,9 milhões de toneladas de cargas. A receita gerada pelo País com as exportações foi de US$ 67,3 bilhões. Considerando a origem dos produtos exportados, o Paraná é o sexto, entre os Estados brasileiros. A balança comercial do Paraná fecha o quadrimestre com saldo positivo

Porto de Paranaguá

Das 8,8 milhões de toneladas exportadas pelo Paraná no primeiro quadrimestre do ano, 6,6 milhões, ou seja, 75% saíram pelos Portos do Paraná. A soja, em grão e farelo, teve a maior participação nesse montante.

“A logística do Paraná vem se mostrando extremamente eficiente e integrada, do campo ao porto. Isso porque o Governo do Estado vem dando condição para que se tenha um movimento ordenado. Isso faz com que os nossos produtores escolham, principalmente, exportar pelos portos paranaenses”, afirma o diretor-presidente da empresa Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia.

Segundo os dados do Ministério da Economia (ComexStat), foram cerca de 4,2 milhões de toneladas de soja paranaense exportadas pelo Porto de Paranaguá. A receita gerada por essas exportações chegou a de pouco mais de US$1,1 bilhão.

Fonte: AENPRFoto: José Fernando Ogura/AENPR