conecte-se conosco

Eventos

Seminário “O Litoral em inovação, o futuro em nossas mãos” é realizado em Paranaguá

Abertura contou com o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona

Publicado

em

Na manhã da quinta-feira, 17, aconteceu no auditório do Instituto Superior do Litoral (Isulpar), em Paranaguá, o seminário “O Litoral em inovação, o futuro em nossas mãos”, organizado pelo Sistema Regional de Inovação do Litoral (SRI Litoral) junto à Prefeitura de Paranaguá, ao Governo do Estado e ao Sebrae Paraná. Empresários, estudantes, professores, autoridades e representantes da sociedade estiveram no local acompanhando painéis que abordaram a importância da inovação, tecnologia e ciência para alavancar o desenvolvimento do litoral, bem como impulsionar a geração de emprego e renda e a economia local. O evento ocorreu das 8h às 18h e teve alta adesão de participantes.

O evento teve três painéis no período da manhã e da tarde das 8h às 18h. Representantes do Governo do Estado e das prefeituras, professores do setor acadêmico local e lideranças empresariais apresentaram a alunos, empresários e comunidade litorânea os seguintes temas: “Desafios e oportunidades para a C, T & I do Paraná e do Brasil”, “Inova Litoral: SRI  e o Desenvolvimento Econômico Sustentável” e “Economia Azul: inovação tecnológica e novas cadeias de negócios”.

Secretaria de Estado da Ciência

Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Nelson Bona, destacou potencialidade do litoral para o setor de inovação e científico com atuação do SRI e Sebrae

O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Nelson Bona, que realizou a abertura e apresentou o painel inicial do seminário, reforçou o viés inovador do Paraná. “A Seti possui atuação em todas as regiões do Estado procurando potencializar o que a gente tem para fazer com que os ativos tecnológicos do Estado, ou seja, a estrutura seja de Recursos Humanos ou física, possa servir melhor aos interesses de desenvolvimento das regiões. Isso tudo em regime de colaboração, aproveitando o trabalho feito por todos os atores, aqui no litoral já temos um trabalho feito com o Sebrae no SRI Litoral em que estamos nos valendo disso, atuando em conjunto, para que possamos organizar as coisas de maneira tal que aquilo que possuímos de capacidade de ciência, tecnologia e inovação seja colocado a serviço do desenvolvimento de todo o litoral”, completa. 

“O movimento de inovação internacionalmente se define  como resultado de uma articulação de uma tríplice hélice ou a quádrupla hélice, mas essencialmente envolvimento do governo, da academia e da iniciativa privada, então o que fizemos como secretaria do Estado é cumprir este papel de governo como incentivador, articulador e apoiador”, explica Aldo Bona, reforçando que é essencial o envolvimento da academia e do setor privado para que todo o sistema funcione, sendo esse o foco do seminário. 

UTFPR

“O evento é importante porque conseguiu juntar vários atores que são fundamentais nesse processo de inovação: empresas, universidades, institutos de pesquisa e governo, bem como o Sebrae”, afirma Silvestre Labiak Jr,pró-reitor de Extensão e Inovação da UTFPR

“O evento é importante porque conseguiu juntar vários atores que são fundamentais nesse processo de inovação: empresas, universidades, institutos de pesquisa e governo, bem como o Sebrae que é fundamental neste arranque das empresas. São atores fundamentais neste processo. O seminário vem sendo construído há muitos anos e hoje conseguimos juntar esses atores todos”, ressalta Silvestre Labiak Jr., pró-reitor de Extensão e Inovação da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), destacando a realização de outras iniciativas e criação de redes específicas. “Hoje foi o dia de dizer que estamos no caminho certo e que há grandes oportunidades. Inovar está na simplicidade, mas efetivamente está nas oportunidades que podem gerar riqueza para o litoral. O que nós queremos com o SRI Litoral é garantir que os nossos jovens não tenham que subir a Serra ou ir embora. Queremos gerar oportunidades deles ficarem no litoral, trabalharem e gerarem riqueza na própria região”, salienta, destacando a importância do empreendedorismo, da inovação e da integração com o Porto e os sete municípios do litoral. 

Sebrae Paraná

Cesar Reinaldo Rissete, diretor técnico do Sebrae Paraná, reforça que inovação e tecnologia beneficiam no aumento da qualidade de vida e na oportunidade de renda da população

“Foi uma grande mobilização da comunidade, algo muito importante, pois hoje em dia você não consegue fazer uma gestão empresarial, acadêmica e de governo sem inovação. A inovação não se faz sozinha, tanto que hoje as empresas não possuem mais laboratórios ou centros de pesquisa, elas têm instâncias de diálogo com a comunidade para ter o conhecimento sendo gerado, principalmente nas regiões. Se Paranaguá se organiza em torno das empresas que existem no município, sejam elas grandes, médias, pequenas ou microempresas, em torno das universidades, da academia que há em Paranaguá, bem como da administração pública e das Prefeituras, há um ambiente melhor para se discutir inovação”, explica Cesar Reinaldo Rissete, diretor técnico do Sebrae Paraná. “Todo esse trabalho está sendo feito e o seminário faz parte disso, não é uma ação isolada, é uma ação de um contexto de todo o sistema de inovação que Paranaguá tem discutido junto com o litoral, isso é muito importante para o futuro e qualidade de vida das pessoas que estão aqui na cidade, criando oportunidades que são geradas à sua população, aqui temos vários estudantes, há muita formação de mão-de-obra aqui”, explica, destacando a importância que os alunos tenham oportunidade de trabalho e qualificação em Paranaguá e no litoral, ressaltando o potencial portuário e turístico, ressaltando a futura vinda de cruzeiros a Paranaguá. 

Separtec

“O objetivo desse seminário é reunir todo este povo, ver o que cada um está fazendo, perceber como podemos juntar as coisas e podermos fazer do nosso litoral um ambiente propício de novos negócios”, salienta José Maurílio de Oliveira Martins, coordenador estadual do Separtec

José Maurílio de Oliveira Martins, coordenador estadual do Sistema Paranaense de Parques Tecnológicos (Separtec), frisou que o litoral possui muitos atores envolvidos no desenvolvimento tecnológico e no crescimento da região. “O objetivo desse seminário é reunir todo este povo, ver o que cada um está fazendo, perceber como podemos juntar as coisas e podermos fazer do nosso litoral um ambiente propício de novos negócios. Esse é o nosso objetivo e acho que já o alcançamos antes de iniciar o seminário”, completa.

Fundação Araucária

“Foi muito bom estar em Paranaguá, porque aqui o Paraná começou e acho que esta articulação de inovação do SRI Litoral possui um potencial enorme”, frisa o gerente de Projetos da Fundação Araucária, Nilceu Jacob Deitos

“Foi muito bom estar em Paranaguá, porque aqui o Paraná começou e acho que esta articulação de inovação do SRI Litoral possui um potencial enorme. É um espaço que possui uma energia muito interessante para a inovação”, ressalta o gerente de Projetos da Fundação Araucária, Nilceu Jacob Deitos. “A Fundação Araucária desenvolve ações no litoral envolvendo principalmente a Unespar, o IFPR Paranaguá, a UFPR Litoral e todas as Escolas de Ciências e Tecnologia (ECT´s) pelas quais conseguimos fomentar e repassar recursos para a inovação”, completa.

SEI

 “A inovação se faz muito importante, ainda mais no momento em que ela gera desenvolvimento econômico”, afirma Gilles Balbinotti, superintendente de inovação da SEI

Gilles Balbinotti, superintendente de inovação da Secretaria de Inovação, Modernização e Transformação Digital (SEI), destacou o potencial do litoral do Paraná e de Paranaguá para o desenvolvimento inovador. “A inovação se faz muito importante, ainda mais no momento em que ela gera desenvolvimento econômico”, salienta, destacando o investimento em inovação por meio das SRI´s e verbas destinadas para empresas inovadoras, com o foco de “gerar nota fiscal” e gerar impacto positivo no Produto Interno Bruto (PIB), ressaltando a importância das Agências de Inovação criadas no litoral em Guaratuba e Morretes. “Unindo os setores produtivos da academia, da empresa e do governo e obviamente o Sebrae, isso transforma a inovação em nota fiscal”, explica, destacando também a necessidade de implantar a semente da inovação nas redes municipais de ensino, com foco na mudança do mundo pela tecnologia com melhoria da qualidade de vida.

Municípios

O vice-prefeito de Paranaguá, José Carlos Borba, salientou potencial inovador do município e importância de sediar o seminário que trará resultados positivos para o desenvolvimento local

O vice-prefeito de Paranaguá, José Carlos Borba, ressaltou que o evento reforça o município e seu potencial de inovação, desenvolvimento e tecnologia. “Este seminário só traz benefícios para a nossa cidade. Quando se fala em inovação, você vê que nossa cidade não está muito atrás, pois ela é uma cidade portuária, que precisa estar sendo inovada, um exemplo fácil é o Tarifa Zero, que é uma inovação e algo que só veio a ajudar o município e o povo de Paranaguá. A área portuária precisa estar constantemente inovando, pois se não vamos ficar para trás, você pode perceber que o nosso Porto só tem ganhado com isso e as empresas daqui também investem em inovação. Considero este um evento importante para o Paraná, com benefícios diretos para Paranaguá”, completa.

Junior Brindarolli, prefeito de Morretes, explicou que município possui a primeira Agência de Inovação do Paraná e que litoral possui potencial que cresce cada vez mais para o setor de tecnologia

“Morretes na atual gestão iniciou a primeira Agência de Inovação do estado do Paraná nos moldes Prefeitura. Isso é importante também para o litoral e esse ecossistema, agora juntando todas as prefeituras da região, a academia, as empresas, os atores como o pessoal do Sebrae e da Fomento Paraná. Isso tudo gera riqueza para o litoral, retém os talentos aqui, atrai outros talentos e desenvolve a região, algo muito importante para todos que vivem aqui. Nesse sentido, temos muito a agradecer ao Governo do Estado, ao secretário Aldo Bona, ao governador Ratinho Junior, ao secretário Marcelo Rangel, através do superintendente Gilles Balbinotti. Tudo isso traz inovação para todo litoral”, ressalta o prefeito de Morretes, Sebastião Brindarolli Junior, o “Junior Brindarolli”.

Aciap

“O seminário foi um sucesso, um ganha-ganha, nós temos que promover este tipo de evento. A Aciap não poderia ficar de fora, pois é um dos braços dessa ideia”, ressalta o presidente da Aciap, Eloir Martins

O presidente da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Paranaguá (Aciap), Eloir Martins, destacou o seminário como uma ideia extremamente positiva de governantes, academia, empresas e SRI Litoral. “As pessoas que podem desenvolver essa ideia estiveram aqui. O seminário foi um sucesso, um ganha-ganha, nós temos que promover este tipo de evento. A Aciap não poderia ficar de fora, pois é um dos braços dessa ideia. Sempre estivemos preocupados com inovação, com o progresso da cidade e todos os assuntos que vem em favor da nossa região. Estamos prontos, de portas abertas, agradecemos o convite, estamos aqui para contribuir, parabéns aos idealizadores que estão pensando no litoral de uma forma geral”, finaliza.

Em alta

plugins premium WordPress