conecte-se conosco

Esportes

Parnanguara busca revelar novos talentos em projeto social de Beach Soccer

A prática do esporte é a forma que Jefferson encontrou para dar visibilidade e revelar novos atletas na modalidade

Publicado

em

A Copa do Mundo de Beach Soccer – Rússia 2021 começa na sexta-feira, 20, e o Brasil, maior campeão do torneio, com cinco títulos mundiais, irá em busca do hexa campeonato da FIFA.

A cidade de Paranaguá é considerada a capital do esporte no Paraná, devido as suas conquistas e ter o maior número de atletas campeões por seleções em categoria principal, sendo Donevan Mariano e Geraldo Pires pela Seleção Brasileira da CBBS em 2017, na Colômbia, e o treinador Jefferson Martins com a Seleção da Costa Rica no torneio internacional, em Tibau-RN 2019.

Projeto Social

O treinador Jefferson Martins informa que em breve dará sequência em um projeto social, em Paranaguá, para fomentar a prática do esporte e dar a oportunidade para novos jovens mostrarem seus talentos. “Paranaguá hoje carrega essa responsabilidade em ter três nomes campeões por seleções nacionais e entre outros títulos inéditos, isso é um orgulho, fruto de um trabalho voluntário feito com o coração onde sempre contamos com apoio dos grandes amigos, empresários e da administração pública municipal, através da secretaria municipal de Esportes” , destacou o treinador Jefferson Martins.

A prática do esporte é a forma que Jefferson encontrou para dar visibilidade e revelar novos atletas, através de competições, buscando lançar outros grandes nomes para compor a seleção brasileira. “Vamos lançar um projeto em breve que será um presente para Paranaguá, trabalhando no social através do esporte, e também procurando revelar novos nomes para o mundo, porque a nossa cidade tem muitos talentos que só pedem uma oportunidade”, acrescentou.

Copa do Mundo

A FIFA (Federação Internacional de Futebol) anunciou os grupos da primeira fase da Copa do Mundo de Beach Soccer, que será realizada na Rússia entre 19 e 29 de agosto. O Brasil está no Grupo C, ao lado de Suíça, Bielorrússia e El Salvador.

A Seleção Brasileira de Beach Soccer estreia na sexta-feira, 20, e terá a ausência de Bruno Xavier e Bokinha. “Sobre o mundial, o Brasil não terá jogo fácil, eu considero que o jogo mais difícil será contra a Suíça, já com a Bielorrússia tivemos a oportunidade de jogar contra em 2016 no Rio de Janeiro e de lá pra cá eles cresceram muito, são disciplinados, e tem El Salvador, do goleador Fran Velásquez, que jogam com muita força e coração”, observou Martins.

No Grupo A estão Rússia, Estados Unidos, Paraguai e Japão. A chave B tem Moçambique, Espanha, Emirados Árabes e Taiti. Portugal, Omã, Senegal e Uruguai aparecem no Grupo D.

O Brasil é o maior campeão das edições do torneio chanceladas pela FIFA, com cinco taças. Se classificam às quartas de final do torneio as duas melhores seleções de cada um dos grupos.

“Em particular fico na torcida pelo Edson Hulk, um dos grandes amigos que fizemos nessa nossa trajetória, e eu tive a sorte de ter um craque como ele no elenco, onde conquistamos com o América de Natal o vice-campeonato brasileiro 2020 em Recife-PE, etapa nordeste”, disse o treinador parnanguara, Jefferson Martins.

Paranaguá é tradição no Beach Soccer. Em 1999 foi fundado a FEBESPA (Federação de Beach Soccer do Estado do Paraná); em 2005 a modalidade foi reconhecida pela FIFA; A CBBS (Confederação Brasileira de Beach Soccer) foi responsável pela organização até 2017; a CBSB (Confederação de Beach Soccer do Brasil) foi renomeada como gestora.

A Seleção Brasileira da CBBS tem apenas quatro paranaenses na categoria principal: Reinado Reino, de Pontal do Paraná, (Campeão – Marsellha-FRA); Donevan Mariano, de Paranaguá, (Campeão – Cartagena das Índias-COL); Geraldo Pires, de Paranaguá, (Campeão – Cartagena das Índias-COL), e Jefferson Martins, sendo o primeiro na história da modalidade  no estado  a disputar uma eliminatória FIFA para o mundial  (Concacaf 2019).

Publicidade






Em alta