conecte-se conosco

Eleições 2022

“Teremos a melhor eleição de todos os tempos”, afirma presidente do TRE-PR em coletiva com a imprensa

Forças de segurança anunciaram as medidas que estão sendo tomadas

Publicado

em

Foto: Bernardo Gonzalez

Nesta terça-feira, 27, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), desembargador Wellington Emanuel Coimbra de Moura, recebeu a imprensa para uma coletiva sobre a segurança nas eleições, juntamente com o secretário de Segurança Pública do Paraná, doutor Wagner Mesquita de Oliveira, e os comandos das forças de segurança no estado. A seguir, o presidente acompanhou os jornalistas a uma visita ao Data Center do TRE-PR.

“Oito milhões de eleitoras e eleitores paranaenses devem comparecer neste domingo a 5 mil locais de votação em todo o estado. Contamos, para estas eleições, com 30 mil urnas eletrônicas e com todo o apoio das forças de segurança da União, do estado e dos municípios, que sempre auxiliaram a Justiça Eleitoral nos planos de segurança. E não será diferente em 2022. Teremos a melhor eleição de todos os tempos”, disse o presidente em sua fala de abertura.

Contratação de seguranças

O presidente também comentou a realização de uma licitação para a contratação de seguranças particulares para todos os 154  fóruns eleitorais do Paraná. A atuação destes agentes começará na sexta-feira, 30, e irá até segunda-feira, 3. “O objetivo é garantir a integridade física das autoridades, servidoras e servidores da Justiça Eleitoral”, explicou o desembargador. 

Celular na cabine

O presidente falou ainda sobre a proibição do uso de celular na cabine de votação “A Justiça Eleitoral tem o dever de tutelar o sigilo do voto. Se o mesário verificar essa situação, a pessoa será retirada do local e encaminhada a uma autoridade policial para providências necessárias”, disse. 

Presenças

Também compuseram a mesa de autoridades o superintendente regional da Polícia Federal no Paraná, DPF Omar Gabriel Haj Mussi; o superintendente regional da Polícia Rodoviária Federal no Paraná, Dr. Antônio Paim de Abreu Júnior; o comandante-geral da Polícia Militar no Paraná; Cel. Cidreira, subcomandante-geral da PM; Cel. Hudson Leôncio Teixeira; o delegado-adjunto da Polícia Civil no Paraná, Riad Braga Farhat; e o secretário Municipal de Defesa Social e Trânsito de Curitiba, Dr. Péricles de Matos. 

Pelo TRE-PR, estiveram presentes, ainda, a procuradora eleitoral Dra. Monica Dorotea Bora; o diretor-geral, Dr. Valcir Mombach; e o secretário da Presidência, Dr. Josmar Ambrus, na ocasião representando o presidente da Comissão Permanente de Segurança, Dr. Rodrigo Otavio Rodrigues Gomes do Amaral.

Canais de denúncia

A procuradora eleitoral, Dra. Monica Dorotea, reforçou, na ocasião, os canais disponíveis para a população denunciar crimes eleitorais. “O eleitor pode comparecer presencialmente ao Ministério Público Federal em Curitiba (Rua Marechal Deodoro, 933) ou a qualquer Promotoria de Justiça de sua comarca para fazer denúncias e esclarecer dúvidas”, disse. 

Também citou as ferramentas de denúncia disponíveis na internet: MPF Serviços, também disponível em aplicativo para celular; a página da Procuradora Regional Eleitoral do Paraná; o aplicativo Pardal e o Gralha Confere

Segurança

O secretário Municipal de Defesa Social e Trânsito de Curitiba, Dr. Péricles de Matos, destacou que foram tomadas todas as providências para que a população transite com tranquilidade até seus locais de votação. 

Já o delegado Riad Braga Farhat informou que a Polícia Civil estará com todo o seu efetivo de prontidão para atendimento das ocorrências. 

O superintendente regional Dr. Antônio Paim de Abreu Júnior disse que a Polícia Rodoviária Federal estará presente mais uma vez nos mais de 4 mil km de rodovias federais. Informou ainda que haverá uma aeronave dedicada exclusivamente para a operação eleições no final de semana e que os pontos por onde circularão urnas eletrônicas receberão um reforço de policiamento. 

Efetivo policial

O Cel. Hudson Leôncio Teixeira declarou que a Polícia Militar está há alguns meses preparada para a operação eleições. De acordo com o coronel, o estado é dividido em seis regiões militares com 40 subunidades responsáveis pelo policiamento. Serão 7 mil policiais diretamente envolvidos com as eleições. “As tropas estão preparadas e os policiais dispostos nos locais de votação uma hora antes do início da eleição até o fim dos trabalhos”, disse. 

Omar Gabriel Haj Mussi comunicou que a Polícia Federal já vem atuando na apuração de denúncias de crimes eleitorais e desempenhando as atividades de segurança das candidatas, candidatos e autoridades eleitorais “Todo o trabalho está sendo feito em parceria com as forças de segurança do estado com o monitoramento integrado de qualquer eventualidade”, disse. 

Lei Seca

O secretário Wagner Mesquita de Oliveira afirmou que as atribuições da Secretaria serão exercidas pelas forças policiais em campo e no Comando Integrado no Centro Cívico, em Curitiba. “Seguiremos todos os protocolos nacionais do Ministério da Justiça”, declarou. 

O secretário disse ainda que a cada três horas serão divulgados boletins com informações sobre o andamento das eleições pelo Núcleo Estadual de Comunicação. Ele também reforçou a orientação para que o eleitorado deixe o seu celular com os mesários antes de se dirigir à cabine de votação e que o porte de arma está restrito a policiais em serviço no dia das eleições.

Disse ainda que haverá restrição na venda de bebidas alcoólicas no domingo das 8h às 18h. 

Fonte: TRE Paraná

Em alta

plugins premium WordPress