conecte-se conosco

Eleições 2020

Fake News: como identificar e denunciar nas Eleições 2020?

Justiça Eleitoral alerta para a não propagação de notícias falsas

Publicado

em

As Fake News se tornaram um desserviço na sociedade, à medida que são amplamente propagadas. As notícias falsas nas eleições podem interferir no processo democrático e, por isso, a Justiça Eleitoral alerta para que os eleitores saibam identificá-las e também denunciá-las. 

Analise

Ao receber uma notícia duvidosa, o primeiro passo é analisar, prestar atenção nos detalhes. “Normalmente, uma notícia falsa possui problemas ortográficos, letras maiúsculas no meio das frases e pontos de exclamação para inflamar os ânimos dos leitores. Se não for um artigo de opinião, desconfie se o texto expressar juízos de valor e apresentar dados sem citar as fontes”, orientou a Justiça Eleitoral.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) apresenta algumas perguntas que podem ser feitas para checar a informação. São elas: A informação tem link? O link abre ou está “quebrado”? A informação foi publicada em portal conhecido? A informação é assinada por alguém conhecido? A informação tem problemas gramaticais? A informação começa de modo alarmista? A informação menciona terceiros, mas não diz o nome (famoso médico, famoso especialista, famoso jurista)? A informação pede para ser compartilhada?

Pesquise

O segundo passo é pesquisar sobre a veracidade das informações. Para isso, jogue no Google e veja se veículos de comunicação divulgaram a notícia, se as fontes citadas (pessoas entrevistadas) são as mesmas, se essas pessoas se tratam de autoridades na área ou se não se trata de um trecho de informação verdadeira em meio a uma história inconsistente. A notícia falsa é mais difícil de identificar quando se mistura a acontecimentos reais.

Gralha confere

De acordo com a Justiça Eleitoral, o Brasil possui diversas centrais de checagens como o Gralha Confere, projeto de verificação de informações sobre a segurança das urnas e o processo eleitoral que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) encampou em julho, como parte das ações das Eleições 2020.

Durante todo o período eleitoral, a população pode enviar para o número +55 41 98700-5100 no WhatsApp dúvidas sobre conteúdos que circulam nas redes sociais relacionados ao processo eleitoral e à segurança do voto no Paraná. “Não são averiguadas informações sobre candidatos e partidos”, ressaltou o TRE-PR.

Os conteúdos selecionados, conforme a repercussão e o interesse geral, serão checados e divulgados no site www.gralhaconfere.tre-pr.jus.br, nas redes sociais do Tribunal e nas páginas de mais de 40 entidades parceiras do projeto. As informações, classificadas em “Verdadeiro”, “Impreciso” ou “Falso”, serão editadas em forma de texto, áudio, cards e vídeos explicativos de até um minuto.

Denuncie

Se for possível identificar a falsidade do conteúdo, é importante denunciar. No Facebook, basta clicar nos três pontinhos do canto superior direito de cada postagem para acessar a opção “Obter apoio ou fazer denúncia”. No Instagram e no Twitter, também ao clicar nos três pontinhos/setinha no canto superior direito de cada post, você acessa a opção “Denunciar”. No WhatsApp, é possível denunciar contatos suspeitos em “Dados do contato”.

Agências de checagem

As agências fazem um levantamento minucioso de conteúdos duvidosos. Muitas delas também disponibilizam formulários ou números de aplicativos de mensagens para analisar informações enviadas pela população. Confira algumas deles:

Aos Fatos (https://aosfatos.org)

Boatos.org (https://www.boatos.org)

Comprove – Câmara dos Deputados (https://www.camara.leg.br/comprove)

Estadão Verifica (https://politica.estadao.com.br/blogs/estadao-verifica)

Fato ou Fake (https://g1.globo.com/fato-ou-fake)

Lupa (https://piaui.folha.uol.com.br/lupa)

Painel de checagem CNJ (https://www.cnj.jus.br/programas–e-acoes/painel-de-checagem-de–fake-news/)

UOL Confere (https://noticias.uol.com.br/confere)

Projeto Comprova (https://projetocomprova.com.br)

Com informações do TRE-PR

Em alta

plugins premium WordPress