Connect with us

Educação

Registro da presença de professores nas salas virtuais fica mais rápido

Agora, basta que profissional poste conteúdo e interaja com os estudantes no mural das salas do Google Classroom

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte conta com uma nova tecnologia para registrar a presença dos professores nas salas de aula virtuais. Agora, basta que ele poste conteúdo e interaja com os estudantes no mural das salas do Google Classroom em que ele está escalado para dar aula e a presença fica contabilizada.

O registro é interligado ao sistema Meta4 – um software de gestão de pessoas – utilizado, entre outras funções, para gravar as presenças e faltas dos profissionais.

O objetivo é facilitar ainda mais a vida do professor, já que a postagem no mural das salas virtuais é algo que já faz parte da sua atividade durante a pandemia. “Pensamos na forma mais simples para marcar essa presença. Como os professores interagem com seus alunos diariamente no mural da sala de aula, optamos por integrar essa ação à marcação de presença”, explicou o secretário estadual da Educação, Renato Feder.

De acordo com ele, a intenção é que o professor não tenha que mudar ainda mais a sua rotina de trabalho durante a pandemia ou acessar vários sistemas para marcar presença. “Basta que ele siga com atendimento e interação no mural, algo que ele já faz com os alunos no dia de aula”.

A diretora de Planejamento e Gestão Escolar da secretaria, Adriana Kampa, destacou que esta iniciativa vai agilizar muito o processo para o professor. Ela acrescentou que o professor tem autonomia e flexibilidade para atender sua turma no Classroom, mas é importante que no dia que está marcado para atender aquela turma ele interaja no mural com os alunos, fazendo um post e tirando as dúvidas.

“Por exemplo, se ele dava aula para o 7.º ano A da escola na segunda-feira, toda segunda ele deve fazer um post e interagir”, disse a diretora. “Já o turno para fazer este post é mais flexível, não precisa ser no horário exato que tinha aula na escola, pois ele tem autonomia e flexibilidade na organização com seus alunos”.

Faltas justificadas

Os atestados seguem valendo como justificativas de falta. Os trâmites também não sofreram mudanças.

A novidade é para todos os professores responsáveis por turmas no Classroom. Diretores, pedagogos ou professores que não atuam nas turmas no Classroom devem seguir com o sistema atual: o Registro Mensal de Faltas, preenchido pelo diretor da escola.

Fonte: AENPR – Foto: SEED

Continuar lendo