conecte-se conosco

Educação

Rede estadual do Paraná é uma das líderes nacionais no combate ao abandono escolar

Estado está entre os que apresentam os melhores índices do país, segundo o INEP

Publicado

em

Foto: LUCAS FERMIN/SEED

Em 2021, a taxa de abandono escolar da rede estadual do Paraná no ensino médio foi de 1,3%. O índice foi o menor entre as redes estaduais do Brasil, ao lado de Goiás e Distrito Federal. No ensino fundamental (anos finais), a rede estadual paranaense teve uma taxa de abandono de 0,6%, atrás apenas das redes estaduais de Goiás (0,5%), Mato Grosso do Sul (0,4%) e Distrito Federal (0,2%).

O resultado representa melhoria em relação ao ano de 2020, quando o abandono foi de 3,7% no ensino médio e 1,2% no ensino fundamental. Os índices foram divulgados nesta quinta-feira (19) na segunda etapa do Censo Escolar 2021, realizado pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

Taxa de abandono no ensino médio das escolas estaduais caiu de 3,7% para 1,3% entre 2020 e 2021 (Foto: LUCAS FERMIN/SEED)

 “É um ótimo resultado, que reflete como nossos estudantes se sentem cada vez mais pertencentes ao ambiente escolar, graças ao esforço feito por diretores, pedagogos, professores e funcionários”, diz o secretário da Educação e do Esporte, Renato Feder. “Uma escola que não abandona seus estudantes não é abandonada por eles”.

A volta às atividades presenciais marcou o ano de 2021 na rede estadual de ensino do Paraná, que foi uma das primeiras a promover o retorno ao modelo, acompanhando a melhoria no quadro sanitário e a chegada de mais doses de vacina contra a Covid-19.

Em 10 de maio de 2021, começou o retorno presencial gradativo, com um modelo híbrido, incluindo revezamentos e atividades tanto presenciais quanto remotas. Naquele primeiro mês, cerca de 10% das escolas aderiram ao modelo. Em julho, o número chegava a 90%.

ENGAJAMENTO

A Secretaria estadual da Educação e do Esporte promove uma série de ações para combater o abandono escolar e estimular a permanência do estudante em sala de aula. Entre essas iniciativas está o programa Presente na Escola. Por meio do acompanhamento de uma planilha de índices de frequência, os professores e gestores podem analisar as faltas diárias de cada escola, turma, turno e aluno. Assim, é mais fácil identificar quais são as causas das faltas e, então, criar estratégias para resolver os problemas específicos de cada turma, escola ou estudante.

A Secretaria também promove a Prova Paraná para avaliar o aprendizado dos estudantes a cada

 trimestre, vendo quais conteúdos foram bem aprendidos e quais precisam ser reforçados. Essa é uma outra maneira de identificar as necessidades dos estudantes para mantê-los engajados com a escola.

Quando é identificado o abandono escolar, os colégios fazem buscas ativas. Os pedagogos, professores ou diretores entram em contato com o aluno que abandonou, ou com seu responsável, para entender o motivo e para orientar sobre a importância da escola.

Essas buscas são feitas por meio de visita domiciliar, mensagem via WhatsApp ou SMS, e-mail, ligação telefônica ou com o auxílio do Conselho Tutelar. Em 2021, foi realizada busca ativa com 61 mil estudantes da rede estadual de ensino do Paraná. Destes estudantes, 58,6 mil retornaram para a escola.

Fonte: Seed/PR
https://www.educacao.pr.gov.br/Noticia/Rede-estadual-do-Parana-e-uma-das-lideres-em-combate-ao-abandono-escolar