conecte-se conosco

Educação

Profissionais da educação participam do lançamento do projeto Avança Litoral

Iniciativa acontece em parceria com as secretarias da região

Publicado

em

Após reuniões com representantes da área da educação dos sete municípios do litoral paranaense, foi realizado o lançamento do projeto Avança Litoral. O evento aconteceu no Instituto Federal do Paraná (IFPR), campus Paranaguá, na sexta-feira, 4. Cerca de 90 profissionais do litoral se reuniram para a formação.

Trata-se de uma formação especialmente desenvolvida para fortalecer e aprimorar as habilidades dos coordenadores pedagógicos das escolas municipais da região. O projeto é liderado pelo Instituto Positivo e faz parte do ADE Litoral Paranaense, com apoio da AMLIPA e CIEDEPAR.

“Entendemos que os coordenadores e orientadores pedagógicos desempenham um papel fundamental na aprendizagem dos alunos e conscientes dessa importância, lançamos o projeto Avança Litoral, fruto de uma construção coletiva, com o objetivo de fortalecer ainda mais esses profissionais tão essenciais para a educação e, além disso, promover trocas de experiências entre os profissionais”, disse Amanda Rocha, analista de implantação de projetos do Instituto Positivo.

Para Eliziane Gorniak, diretora do Instituto Positivo, este é um dos mais importantes programas lançados até aqui, tendo em vista o potencial de impacto e sua escala de atuação, dentro dos três principais objetivos do Instituto.

Cerca de 90 profissionais da educação no litoral participaram da formação

“O primeiro deles é potencializar toda a riqueza de conhecimento que existe em cada um dos municípios que agora se comprometem coletivamente em unir essas potencialidades em prol da educação. O segundo é ajudar ao território a encontrar lacunas que ainda precisam ser preenchidas considerando o que já existe de melhor no território, de boas práticas e como que essas boas práticas podem ajudar outros territórios, outros municípios. E, por fim, é criar uma estrutura de sustentação para que esse trabalho se aperfeiçoe, ganhando forma e tenha continuidade para que, de fato, gere as transformações necessárias”, enfatizou a diretora do Instituto.

União de esforços

Participaram da formação na sexta-feira, 4, profissionais da área de educação dos municípios de Pontal do Paraná, Paranaguá, Morretes e Antonina. A secretária municipal de Educação e Ensino Integral de Paranaguá, Tenile Xavier, abriu o evento explicando sobre o Avança Litoral.

As secretárias municipais de Educação de Morretes, Adriana Assumpção; e de Paranaguá, Tenile Xavier, mencionaram os benefícios do projeto

“A diferença desse projeto é que não vem de fora para dentro, foi criado em parceria com os sete secretários dos municípios e suas equipes e também a partir de um questionário com os professores e pedagogos da rede. A partir do que eles responderam, foi feita a formação. Os pedagogos se perceberam como formadores para atuar dentro da sua especificidade e do seu espaço, independente do município”, opinou Tenile.

A formação é voltada para coordenadores pedagógicos, profissionais que acompanham diretamente a atividade com o professor e acompanha o desenvolvimento da criança. “A intenção é avançar não só na qualidade do ensino em Paranaguá, mas no litoral como um todo, se a criança estuda aqui e tem uma transferência para Matinhos, os pedagogos de lá tem a mesma dimensão e intencionalidade de avançar na educação. O trabalho em conjunto faz a gente pensar no avanço da educação em toda a região”, afirmou Tenile.

A secretária municipal de Educação de Morretes, Adriana Assumpção, contou que já participou de outras formações, mas que essa é a primeira que integra todo o território do litoral. “O maior benefício é a preocupação com o resultado direto para o aluno. É a união de esforços visando a melhoria do que a gente identifica como falha para que a gente possa oferecer o melhor para as crianças. O Instituto Positivo está fazendo com que a gente dê as mãos para olhar de frente para os nossos sucessos e fraquezas e nos auxilia a mudar o cenário do que está nos incomodando. Espero que a nossa equipe passe a olhar de forma diferente porque estamos vivendo um novo tempo na educação após a pandemia”, afirmou Adriana.

Em alta

plugins premium WordPress