conecte-se conosco

Editorial

Polícia e comunidade devem atuar juntas em prol da segurança no litoral

Tem se ressaltado a importância de fazer as denúncias, diretamente nas delegacias, de forma anônima, por telefone ou na internet. É por meio delas que a polícia consegue elucidar os crimes mais facilmente e combater a criminalidade

Publicado

em

editorial

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) teve o efetivo reforçado para atender as demandas da temporada de verão no litoral. Ao todo, são 287 servidores, entre delegados, investigadores, papiloscopistas e escrivães que atuam no litoral e na Costa Noroeste do Estado, onde a Operação Verão Maior também é realizada. A PCPR continua com os serviços da delegacia móvel, com instalações modernas e equipamentos de última geração em finais de semana alternados, das 9h às 17h, na praia de Caiobá, em Matinhos ou Praia de Central de Guaratuba.

Os policiais civis estarão à disposição para orientações gerais sobre denúncias, atestados de antecedentes criminais, além de confeccionar boletins de ocorrências e informar ao cidadão sobre os trabalhos de polícia judiciária. Além de todos esses serviços, os agentes atuam em ações educativas e de proximidade com a população, e essa relação é muito significativa para o trabalho da polícia.

Por isso, tem se ressaltado a importância de fazer as denúncias, diretamente nas delegacias, de forma anônima, por telefone ou na internet. É por meio delas que a polícia consegue elucidar os crimes mais facilmente e combater a criminalidade. As denúncias contribuem com as investigações dos casos, com a prisão dos criminosos, apreensão de ilícitos e a população tem a segurança de manter sua identidade sob sigilo.

Uma das formas de fazer a denúncia é através do Disque-Denúncia 181, que recebe a notificação de mais de 50 tipos de crimes, entre eles violência contra crianças e adolescentes, idosos e mulheres, tráfico de drogas, maus tratos à animais, furto, roubo, latrocínio, homicídio, estelionato e cárcere privado.

Durante e após a temporada de verão, a população litorânea precisa estar cada vez mais próxima do trabalho da polícia, pois certamente isso reflete na sua própria segurança e reforça uma atuação em conjunto para o bem da sociedade.

Em alta

plugins premium WordPress