conecte-se conosco

Editorial

O impacto da pandemia no enfrentamento de outras doenças

Muitos deixaram de procurar exames de rotina, consultas e outras demandas de saúde que normalmente procurariam se não estivessem em pandemia

Publicado

em

editorial

A pandemia de Covid-19 fez com que, nos últimos dois anos, a sociedade voltasse os olhos somente para este problema mundial. E não poderia ser diferente diante de tantas mortes registradas, transmissão viral rápida e a busca pelo entendimento de uma doença até então inexistente. No entanto, voltados para essa problemática, muitos deixaram de procurar exames de rotina, consultas e outras demandas de saúde que normalmente procurariam se não estivessem em pandemia. Procurar clínicas e hospitais somente em casos de urgência, essa era a recomendação inicial.

Foi assim por meses até que, com a vacinação, a situação começou a melhorar e o cenário ficou mais otimista. Desta forma, é preciso de novo se atentar para campanhas de saúde e vacinação que foram deixadas de lado. A exemplo, estão os casos de dengue, que voltaram no Paraná e fizeram com que as autoridades de saúde estaduais decretassem epidemia da doença. A mesma preocupação existe com relação aos testes do vírus HIV, que deixaram de ser procurados pela população durante esse período. 

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou, nesta semana, que por meio de ações e incentivo das intervenções nos municípios, tem atuado de forma contínua no enfrentamento da doença com a ampliação da oferta de testes nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTAs).

O HIV ataca as células responsáveis pelo sistema imunológico dos indivíduos, podendo deixar os infectados com a saúde muito debilitada. Ser infectado pelo HIV, no entanto, não significa desenvolver Aids. Portanto, é fundamental que a população esteja ciente e procure pelo teste para que, se houver diagnóstico positivo, possa receber os medicamentos e iniciar o tratamento adequado que é disponibilizado gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). É hora de correr atrás do prejuízo e retomar ações tão importantes que fazem a diferença na qualidade de vida da população.