conecte-se conosco

Editorial

Avanço da imunização contra a Covid-19 e comprovante vacinal

Não é de hoje que é sabido que todas as instituições científicas renomadas do Brasil e do mundo afirmam que é através da imunização que iremos superar de forma definitiva esta crise sanitária e social. Isso é perceptível, pois quanto mais se avança a campanha de imunização nos sete municípios do litoral, por exemplo, menos mortes e casos da Covid-19 são confirmados

Publicado

em

editorial

Toda notícia da chegada de mais vacinas contra o Coronavírus a Paranaguá e ao litoral é algo repercutido no on-line e impresso da Folha do Litoral News, pois sabemos o quão importante este tema é para a superação definitiva da pandemia. Não é de hoje que é sabido que todas as instituições científicas renomadas do Brasil e do mundo afirmam que é através da imunização que iremos superar de forma definitiva esta crise sanitária e social. Isso é perceptível, pois quanto mais se avança a campanha de imunização nos sete municípios do litoral, por exemplo, menos mortes e casos da doença são confirmados.

Informações técnicas e científicas reforçando não somente a eficácia da vacina contra a Covid-19, como também destacando a importância de que a população tome a segunda dose e a dose de reforço contra o Coronavírus, são alicerces da cobertura jornalística nesta pandemia, visto que, mais do que uma mera opinião, são fatos comprovados cientificamente. Matérias trazendo essas constatações devem ser divulgadas, afinal de contas, são uma forma de fazer com que o jornalismo colabore com a ciência, salvando vidas. 

Conforme informações trazidas pelo Instituto Butantan, é comum há anos também a exigência do comprovante de imunização contra a febre amarela para deslocamento  de regiões onde há transmissão silvestre desta doença. E portanto, o passaporte de vacinação contra a Covid-19 também é válido. O documento é uma forma constitucional de garantir a saúde coletiva, prezando para que a pandemia prossiga com seus índices caindo no Brasil, bem como em salvar vidas, visto as centenas de milhares de mortes que ocorreram no País devido ao Coronavírus.

O brasileiro é acostumado a se vacinar há muitas décadas. O Sistema Único de Saúde (SUS) é extremamente eficaz em descentralizar campanhas de imunização contra as mais variadas doenças em todo o Brasil. Muitos de nós possuem uma memória afetiva com o “Zé Gotinha”, utilizado até hoje nas campanhas do Ministério da Saúde (MS) para reforçar que as vacinas são essenciais para a vida de todos os brasileiros. Mais do que isso, no caso da pandemia, a vacina já está reduzindo o número de casos e mortes devido ao Coronavírus há meses e, através dela, conseguiremos superar este período de crise sanitária, humana e econômica.

Continuar lendo
Publicidade