conecte-se conosco

Economia

Paraná fecha o ano com bons indicadores econômicos, sociais e de investimento

Cenário foi apresentado pelo governador Carlos Massa Ratinho Júnior em reunião (Foto: Rodrigo Felix Leal)

Publicado

em

Paraná fecha o ano com bons indicadores econômicos, sociais e de investimento

O Paraná fecha 2020, ano marcado pela pandemia da Covid-19, com bons indicadores econômicos, sociais e de investimento. A síntese do desempenho econômico do Estado foi apresentada pelo governador Carlos Massa Ratinho Júnior na segunda-feira, 14, durante a última reunião do ano do Conselho de Desenvolvimento Empresarial e de Infraestrutura do Paraná.

Ratinho Júnior destacou que, apesar de o Estado ter terminado o primeiro semestre com queda de 2,4% no Produto Interno Bruto (PIB), em decorrência da baixa na atividade produtiva, o desempenho é consideravelmente superior à média nacional, já que a estimativa do Ministério da Economia aponta para uma retração de 4,5% na economia brasileira em 2020.

Ele lembrou que a economia paranaense foi amparada pelo setor agropecuário, cuja movimentação no primeiro semestre cresceu 13,2%. Além disso, ressaltou, o Paraná exportou US$ 15,4 bilhões de janeiro a novembro, com 9% de aumento na movimentação dos portos do Estado, com ênfase em grãos, com desempenho 12% maior do que o ano passado.

“A nossa administração apoia o setor produtivo, facilitando a vida de quem gera emprego. Estamos conseguindo sair desta crise de maneira rápida, fruto de um planejamento bem executado por todos os setores do Governo do Estado. Tenho certeza de que teremos um 2021 bem melhor, com desempenho mais positivo na indústria, comércio, serviços e turismo”, afirmou o governador.

O governador destaca que após uma queda rápida da atividade econômica ocorreu uma alta quase na mesma intensidade. “Não podemos esquecer que 2020 foi muito difícil, ano em que o mundo parou. Mas, mesmo assim, o Paraná está conseguindo sair bem desta crise, demonstrando a força da nossa economia”, acrescentou.

Crescimento 

Entre os indicadores da retomada, Ratinho Júnior salientou que a produção industrial do Paraná cresceu 3,4% entre setembro e outubro deste ano, o maior do País pelo segundo mês consecutivo de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – entre agosto e setembro o desempenho foi de 7,7%. Foi o sexto mês seguido de avanço, recuperando parte das perdas decorrentes da pandemia.

Movimento de alta da indústria que já tinha sido percebido na geração de empregos. Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o Paraná abriu 33.008 novos postos de trabalho em outubro, com 8.452 empregos criados na indústria de transformação, terceiro setor que mais assinou carteiras.

O Estado é o segundo que mais gerou postos de trabalho em 2020, com saldo de janeiro a outubro de 33.615 novos empregos, atenuando as demissões dos primeiros meses da crise sanitária.

“O Governo do Estado está organizado, com condição de antecipar o pagamento do 13.º salário e da folha de dezembro. Somada à folha de novembro, são R$ 5,1 bilhões injetados na economia estadual em apenas 24 dias, colaborando para que os paranaenses tenham um Natal robusto”, disse Ratinho Júnior.

Investimento 

O secretário de Estado da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, reforçou que a estruturação econômica representa mais investimento no Estado. Ele apontou para uma aplicação de R$ 2,9 bilhões em obras estruturantes. Mais de R$ 1,3 bilhão serão destinados diretamente aos municípios, para a requalificação de escolas, hospitais e demais ações urbanas.

“Teremos a melhor infraestrutura logística do País, com a ampliação do Anel da Integração para 3,8 mil quilômetros, duplicações e ampliações de rodovias e também de aeroportos”, afirmou o secretário. “Só em parceria com a Itaipu são mais R$ 1,4 bilhão em investimento”.

Para vice-governador Darci Piana, o desempenho positivo mostra o acerto do Governo do Estado ao trabalhar de forma planejada a retomada do crescimento. “Vamos, com a ajuda da sociedade civil organizada, criar um novo Paraná”, completou ele, que é responsável pela estratégia de recuperação pós-pandemia.

Social 

Um dos coordenadores do plano de retomada, o secretário do Planejamento e Projetos Estruturantes, Valdemar Bernardo Jorge, lembrou que o conjunto de ações desencadeará a evolução de aspectos sociais. Segundo ele, está previsto um aporte extra de recursos para a ampliação do Programa Casa Fácil em suas respectivas modalidades, como Viver Mais Idosos, Viver Mais Gente e Casa Fácil Urbano. Somados, serão 16.205 novas unidades.

Outro ponto é a extensão do contrato padrão de trabalho de três para seis meses de até 15.000 contratos de aprendizes de 14 a 18 anos de idade. Pacote que, somado às intervenções de infraestrutura, terá capacidade a criar mais de 100 mil empregos. “A dedicação e a união foram de todos, do setor público e dos entes privados, o que nos permitiu acelerar a recuperação”, comentou.

Linhas Estratégicas

 O Conselho, que foi empossado pelo governador em julho, tem como objetivo pensar o Paraná para os próximos 30 anos, criando linhas estratégicas de desenvolvimento com foco na modernização do Estado, geração de riquezas, justiça social e ampliação do bem-estar da população. A reunião se deu por meio de videoconferência.

Coordenador empresarial do fórum, Jefferson Nogarolli lembrou que o grupo voltará a se reunir em março, sempre com a participação de um convidado especial. Ele reforçou a importância do conselho para o desenvolvimento do Estado. “A intenção é ter um plano de ação estruturado, algo de Estado e não de governo, que possa pensar no Paraná de 2050”, afirmou o empresário.

No encontro de segunda-feira, a palestra foi do presidente da Associação de Produtores de Queijo da Canastra, João Carlos Leite, que explicou a experiência que transformou São Roque de Minas, de pouco mais de 7 mil habitantes, em uma referência na produção de queijos.

Fonte: AEN

Leia também: Diretor da Aciap faz balanço positivo da campanha “Show de Prêmios” em 2020

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.