conecte-se conosco

Coronavírus

Coronavírus: OAB-PR recomenda trabalho remoto e paralisação dos escritórios

Entidade reforça que diversos prazos processuais foram suspensos em todo o Poder Judiciário inicialmente até o dia 30 de abril (Foto: OAB-PR)

Publicado

em

Natureza da atividade possibilita a execução do trabalho remoto

Escritórios de advocacia do litoral e de todo o Paraná devem paralisar suas atividades durante a pandemia do novo Coronavírus. De acordo com a Ordem dos Advogados do Brasil – Paraná (OAB-PR), advogados e profissionais devem seguir as recomendações das autoridades públicas, trabalhando de forma remota, ou seja, de casa, para evitar que a propagação da Covid-19. A entidade reforça que diversos prazos processuais foram suspensos em todo o Poder Judiciário inicialmente até o dia 30 de abril, bem como estendeu o prazo para pagamento da anuidade de 2020 com vencimento em abril e maio até janeiro de 2021. 

“Com base nas recomendações das autoridades públicas e atenta aos desdobramentos do estado de emergência de saúde de importância internacional, decorrente do Coronavírus (Covid-19), a OAB-PR recomenda aos escritórios, departamentos jurídicos e aos profissionais da advocacia do Estado que estabeleçam o sistema de trabalho em home office”, informa a assessoria de imprensa da OAB-PR. “A situação de emergência em saúde pública pede a adoção de tratamentos alternativos para o exercício da profissão, de modo a viabilizar a execução das atividades mediante home office até que cesse a atual situação de pandemia”, complementa.

De acordo com a OAB, a natureza da atividade do advogado possibilita a execução de forma remota, sem comprometer a eficiência e a qualidade. “O presente momento demanda criatividade e o acervo de ferramentas que a tecnologia coloca à disposição do sistema de Justiça permite reduzir a exposição de pessoas a riscos desnecessários. Tal medida já foi adotada por diversos escritórios de advocacia e departamentos jurídicos de Estatais e demais empresas privadas do Paraná e por setores jurídicos da Administração Pública das diferentes esferas. Semelhante atitude foi tomada pelo Poder Judiciário, onde os servidores já trabalham remotamente. A OAB-PR frisa que as medidas para frear a disseminação do Coronavírus são essenciais no atual momento, com possível sobrecarga no sistema de saúde”, explica.

Prazos processuais

De acordo com a OAB-PR, o Conselho Nacional da Justiça (CNJ) baixou uma resolução para uniformizar o funcionamento dos serviços judiciário com foco na prevenção da Covid-19 e na garantia do acesso à Justiça durante a pandemia. “Entre as decisões do CNJ está a suspensão dos prazos processuais em todo o Poder Judiciário até 30 de abril de 2020. A resolução está disponível no link: https://www.oabpr.org.br/wp-content/uploads/2020/03/Resolu%C3%A7%C3%A3o-CNJ.pdf“, complementa a assessoria. 

Medidas em Paranaguá

Segundo a assessoria, o presidente da OAB-PR, Cássio Telles, determinou suspensão de atendimento ao público nas sedes da seccional e em todas as subseções, incluindo a de Paranaguá, entre o dia 23 de março até 21 de abril. “De acordo com a Portaria n.º 54/2020 (https://deoab.oab.org.br/pages/materia/233996), os funcionários da seccional e das subseções cujas atividades sejam justificadas nesse período trabalharão em regime de teletrabalho”, explica. 

“Para contato com a Presidência, os números para contato via WhatsApp são: (41) 99652-2134 ou (41) 98475-2662. Os demais setores atenderão em respectivos ramais que estarão disponíveis. Para o atendimento de prerrogativas, os atendimentos serão feitos pelo (41) 98476-0036 das 9h às 18h. E para os demais horários: Linha Direta 0800 643 8906. A contagem de prazos nos processos administrativos da OAB Paraná, mesmo os disciplinares, também está suspensa até 21 de abril de 2020. Mais informações no site da OAB Paraná: www.oabpr.org.br“, explica. 

Parcelamento da anuidade aos advogados

Um dos focos é estender o prazo para pagamento da anuidade pelos advogados, em virtude do momento da pandemia. “As parcelas da anuidade de 2020 com vencimento em abril e maio poderão ser pagas até janeiro de 2021 sem juros, correção ou multa. A medida é automática e não exige requerimento da parte do advogado que optar pela postergação. A decisão foi tomada pela diretoria da OAB Paraná por proposição do diretor-tesoureiro Henrique Gaede”, informa, destacando que a medida é uma forma de enfrentar a crise financeira sem precedentes devido à Covid-19. 

“Ao lado dessas medidas, a prioridade da OAB Paraná é agilizar todos os pagamentos de alvarás junto aos tribunais e também está em contato diário com a Procuradoria Geral do Estado (PGE) e com Governo do Estado do Paraná para o pagamento imediato de todos os valores da advocacia dativa”, explica a OAB-PR.

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.