conecte-se conosco

Cultura

Ballet Bolshoi faz apresentações no teatro Rachel Costa em alusão ao aniversário de Paranaguá

Os espetáculos foram patrocinados pela Cattalini Terminais Marítimos

Publicado

em

Na noite de quarta-feira, 26, o Teatro Municipal Rachel Costa, em Paranaguá, recebeu duas sessões inéditas do Ballet Bolshoi, às 18h e às 19h30. Os espetáculos foram patrocinados pela Cattalini Terminais Marítimos em homenagem ao aniversário de 375 anos da cidade. O evento teve a parceria da Prefeitura de Paranaguá.

A Companhia Jovem, da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, única instituição no mundo fora da Rússia, apresentou um repertório especialmente preparado para essa segunda apresentação na cidade de Paranaguá, com coreografias que fazem parte do repertório da instituição.

“É a nossa segunda vez em Paranaguá, é um presente da Cattalini para a cidade durante a semana de aniversário e também um presente para o Bolshoi pelo privilégio de poder participar deste momento tão importante. A presença do Bolshoi trouxe cultura, arte e encanto aos moradores de Paranaguá”, disse Letícia Vitti, da área de Relações Institucionais da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil.

As apresentações são compostas por dança contemporânea, dança a caráter e trechos de renomados balés de repertório, que proporcionam ao público diferentes tipos de emoções em uma mistura de ritmos contagiantes.

Letícia Vitti integra a área de Relações Institucionais da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, sendo a única instituição no mundo fora da Rússia

“O espetáculo é formado por variações conhecidas e aclamadas, como o Ballet Dom Quixote, dança a caráter e neoclássico. Ela foi apresentada pela Companhia Jovem Bolshoi Brasil, que hoje tem 16 integrantes. A Companhia é composta por bailarinos recém-formados pela escola que têm oportunidade de adquirir experiência profissional nos diversos espetáculos apresentados. Foi um espetáculo lindo e emocionante com todo o padrão de excelência que os bailarinos trazem na sua formação”, contou Letícia Vitti.

A Escola do Teatro Bolshoi no Brasil funciona desde 15 de março de 2000, na cidade catarinense de Joinville. É a única filial do famoso Teatro Bolshoi da Rússia. Proporciona a formação de artistas da dança, ensinando a técnica de balé segundo a metodologia Vaganova, dança contemporânea e disciplinas complementares. Com alunos de diferentes estados brasileiros e do exterior, a instituição ressalta o seu compromisso social, ao conceder 100% de bolsas de estudo e benefícios para todos os alunos. Uma seleção acontece todos os anos para o ingresso de novos bailarinos. “Neste segundo ano que estamos em Paranaguá, nós vamos ter processo seletivo para crianças com ou sem conhecimento em dança. Tivemos uma reunião entre a Cattalini e a produção do Bolshoi para definir a data para os critérios e abertura do edital de pré-seleção dos alunos de Paranaguá”, frisou.

A instituição se intitula como sendo uma escola que trabalha com cultura, educação e responsabilidade social. “O Bolshoi vai muito além da formação técnica em bailarinos profissionais. O Bolshoi é uma escola que forma cidadãos para a vida. Falando da parte profissional, o que a gente faz com essas crianças e jovens que passam pelo projeto é a oportunidade de eles se tornarem profissionais da dança. Hoje nós temos um índice que nos orgulha muito, que é um índice de empregabilidade que gira em torno de 70% dos formados atuando na área da dança, são mais de 432 alunos formados nesses 23 anos, atuando em 26 países nos cinco continentes. Então, o Bolshoi formando crianças para levar o nome do Brasil para o mundo”, relatou Letícia.

CATTALINI

Angela Bahry, coordenadora de Ambiental, Social e Governança da Cattalini, destacou que os eventos promovidos neste mês são um presente para a cidade de Paranaguá, que celebra 375 anos

Os espetáculos foram patrocinados pela Cattalini Terminais Marítimos em homenagem ao aniversário de 375 anos da cidade. Além deste evento, há uma programação completa que integra cultura, esporte, entre outros. “A gente trabalha com vários projetos e eventos através do nosso programa de sustentabilidade e comunidade viva. O mês de julho é realmente especial para a Cattalini porque a gente traz muitas coisas em comemoração ao aniversário da cidade. Esses eventos são direcionados para toda a comunidade e o que a gente espera é que todos aproveitem da melhor forma, são eventos na área cultural, esportiva e que trazem muita valorização para Paranaguá”, disse Angela Bahry, coordenadora de Ambiental, Social e Governança da Cattalini.

Para Angela Bahry, as parcerias são importantes para a realização de eventos na cidade, como o Ballet Bolshoi. “A Cattalini já é amiga e parceira do Bolshoi há mais de dois anos, então esse é o segundo ano que a Cattalini traz o Bolshoi para a cidade e a Prefeitura de Paranaguá é muito importante com toda a articulação, todo apoio, então fazemos sempre em parceria junto a prefeitura e a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo”, contou Angela.

A empresa realiza programas que visam o desenvolvimento e fortalecimento da comunidade da qual está inserida. “A Cattalini tem uma visão de ter a sua função social, então além de ser uma empresa, a gente tem essa função social de apoiar a comunidade em geral, para que haja um desenvolvimento da própria comunidade junto com a empresa. A gente não pode olhar a empresa só crescendo e seu entorno não tendo essa mesma oportunidade e o que a gente busca é justamente isso, para que as comunidades se desenvolvam junto com a empresa”, concluiu a coordenadora de Ambiental, Social e Governança da Cattalini.

plugins premium WordPress