Connect with us

Coronavírus

Uso de máscara segue sendo obrigatório e exige cuidados

A máscara deve ser utilizada e a sua importância é coletiva e individual durante a pandemia

Publicado

em

máscara

Utilização do item é uma das principais formas de prevenção à Covid-19

Apesar da continuidade dos casos e mortes, bem como circulação viral da Covid-19 e da pandemia ainda não ter acabado, nas últimas semanas percebe-se que muitas pessoas não estão utilizando a máscara de proteção, item que é obrigatório em locais com circulação de indivíduos. Em Paranaguá, a medida é obrigatória desde abril, com publicação do Decreto n.º 1.945/2020, algo que ocorre também em todo o litoral e o Paraná, como determina a Lei Estadual N.º 20.189/2020, entretanto, cidadãos insistem em não utilizar o produto, o que é inclusive passível de multa, bem como gera risco de vida e saúde individual e coletivamente.

Segundo os decretos em questão, a utilização de máscara deve ser feita em vias públicas, parques e praças, repartições públicas, ambientes de trabalho, transporte coletivo, táxi e carros de aplicativo, terminais, lojas, empresas, bancos, bem como em todos os locais que houver aglomeração de pessoas. Há a possibilidade de multa para quem não respeitar, valor que chega de R$ 106,00 a R$ 530,00 para pessoas físicas e entre R$ 2.120,00 a R$ 10.600,00 para empresas. 

Supervisora de enfermagem esclarece importância do item

Apesar de todo o esforço do Poder Público, imprensa e setor privado em conscientizar sobre o uso de máscara, há cidadãos que seguem não respeitando a exigência em plena pandemia. Segundo a supervisora de enfermagem da Unimed Paranaguá, Gabriele Nogueira Cassimiro, o uso do item é essencial para prevenir a Covid-19. “O novo Coronavírus é transmitido principalmente por meio do contato com pequenas gotículas, que são expelidas na fala, tosse ou espirros de pessoas infectadas, que entram em contato com as vias aéreas e se multiplicam no nosso organismo, portanto, o uso de máscaras funciona como uma barreira física entre as vias respiratórias, a boca e o ambiente com o objetivo principal de reduzir a disseminação da doença”, reforça.

“Com a chegada do verão, os dias serão mais ensolarados e as temperaturas cada vez mais altas nos trazendo um desafio com o uso obrigatório da máscara, mas é importante ressaltar que o determinante não é a temperatura e sim a necessidade do bloqueio de transmissão do vírus, embora desconfortável, os itens deverão nos acompanhar durante o verão”, afirma.

Tempo de uso e como fazer a troca de máscaras

De acordo com a supervisora, as máscaras podem ser utilizadas por até duas horas ou até ficar úmida, sendo necessária após isso a troca. “Por isso, recomendamos sempre levar junto as máscaras limpas de reserva e também um plástico para armazenar as máscaras sujas. Ao chegar em casa, lave com água e sabão ou coloque-as de molho em solução com cloro a 0,1% (uma colher de sopa a cada litro) por 1 minuto e enxaguá-las após. Não lave com as demais peças de roupa e deixe secar completamente para usar novamente”, esclarece.

Ao colocar a máscara, é sempre necessário higienizar as mãos antes, assim como evitar tocar no item quando ele estiver sendo utilizado na parte externa frontal. “A forma correta de retirar é por meio dos elásticos, coloque-a de maneira que cubra o nariz, boca e queixo, sem deixar espaços vazios nas laterais, quando estiver úmida realizar a troca e higienizar as mãos. Quando for realizar uma pausa para refeição não deixe a máscara em cima da mesa, o ambiente pode estar contaminado, guarde a máscara em um saquinho limpo para a sua segurança”, explica. 

Redução do risco de contrair a doença

De acordo com a profissional de saúde, quando duas pessoas estão próximas e utilizam a máscara, o risco de contrair a Covid-19 entre elas é reduzido de forma intensificada. “Quando as duas pessoas – tanto a que está doente como a que está saudável utilizam máscara reduz a chance de contágio pelo Covid-19, portanto se todas as pessoas respeitarem o uso de máscaras a disseminação do vírus reduz, pois aumentam as barreiras de proteção contra o vírus”, salienta.

Máscara obrigatória no ambiente de trabalho

Outro ponto importante que deve ser seguido é que colaboradores utilizem obrigatoriamente a máscara em seus locais de trabalho. “No ambiente de trabalho precisamos pensar no coletivo, cada atitude individual que tomamos no nosso cotidiano depende integralmente de nós, cuidar de si mesmo é nesse momento cuidar uns dos outros, usar a máscara com atenção e responsabilidade em conjunto com demais medidas para o enfrentamento à pandemia da Covid-19 é realmente eficaz para a prevenção”, completa.

Medidas sanitárias

Além da máscara, Gabriele esclarece que é necessário que os cidadãos sigam todas as medidas sanitárias para prevenção ao Coronavírus. “Não podemos esquecer a higienização das mãos com água e sabão ou álcool gel de forma correta durante aproximadamente 30 segundos e alcançando todas as partes das mãos. Mantenha uma distância segura de outras pessoas, evite tocar nos olhos, nariz ou boca, sempre que for tossir ou espirrar cubra seu nariz e boca com o braço dobrado ou um lenço ao tossir ou espirrar. Evite locais de aglomeração. Se apresentar sintomas busque uma avaliação médica”, finaliza a supervisora.