Connect with us

Coronavírus

Trabalhadores com suspeita de Coronavírus são dispensados de apresentar atestado

Advogado Marco Villatore explica importância da medida válida para quarentena (Foto: Divulgação)

Publicado

em

Medida é essencial para garantir a saúde coletiva

O Senado aprovou medida que liberará os trabalhadores de todo o País com suspeita do novo Coronavírus de apresentar atestado médico em casos de quarentena necessária para não transmitir a doença, bem como se recuperar da Covid-19. Segundo o advogado Marco Villatore, coordenador da Pós em Direitos e Processos do Trabalho e Previdenciário da Academia Brasileira de Direito Constitucional –  ABDConst e Doutor em Direito, a medida é essencial para garantir a saúde individual do trabalhador e coletiva da sociedade e do ambiente de trabalho. 

“Em época de pandemia da Covid-19, a previsão é fundamental para que o trabalhador não se exponha de forma desnecessária e perigosa ao risco de contaminação e para não contaminar outras pessoas também”, salienta o advogado Marco Villatore. Ainda segundo o jurista, ao trabalhador, esta medida garante o resguardo da sua saúde e do período de quarentena, sem necessidade de ir ao trabalho apresentar o atestado ou de correr atrás deste documento, “mas ele deverá alertar o empregador, até para que não se caracterize uma falta grave”, alerta. 

Medida coletiva

Há também uma importância coletiva na ação para que se garanta a quarentena e afastamento do trabalhador doente pela Covid-19 e distanciamento social dos colegas de trabalho. “Não se há dúvida de que alguém que esteja com sintomas da Covid-19 não deve arriscar a sua saúde e também a de seus colegas de trabalho”, destaca o operador do Direito. 

Defesa do trabalhador durante crise

Segundo o advogado, a preocupação da proteção dos trabalhadores é um fenômeno mundial em tempos de Coronavírus, “mas também é importante  a manutenção de postos de trabalho nesta fase de crise e de orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS) para que quem puder pratique o isolamento social”, acrescenta Villatore. “Claro que a vida vem em um primeiro plano, mas que a segurança futura da pessoa, incluindo renda para a dignidade da pessoa humana, deve estar na sequência. Como principais ações, podemos citar a Medida Provisória 927/2020”, finaliza.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.