conecte-se conosco

Coronavírus

Secretaria de Saúde de Guaratuba reforça a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção em espaços de saúde

O uso de máscaras de proteção individual segue sendo obrigatório em espaços públicos ou privados que prestem serviços de saúde

Publicado

em

Foto: Arquivo Prefeitura de Guaratuba

A Prefeitura de Guaratuba, através da Secretaria Municipal da Saúde, informa que de acordo com a resolução da Secretaria de Estado de Saúde – SESA, 243 de 29 de março de 2022, o uso de máscaras de proteção individual é obrigatório em espaços públicos ou privados que prestem serviços de saúde como as Unidades Básica de Saúde, Pronto Socorro, Hospital Municipal e demais locais que realizam testes para Covid-19, ou que haja a circulação de pessoas positivadas, suspeitas ou exposição a alguém com Covid-19.

Por que usar máscaras de proteção?

A máscara é um instrumento importante que auxilia na prevenção de doenças que se propagam por meio da respiração.

“Ela age como uma barreira física, impedindo a contaminação do vírus. Ainda nos encontramos em um cenário pandêmico, e os cuidados necessários para a não propagação da Covid-19 devem continuar!”, destaca a Pasta.

Confira alguns cuidados necessários para evitar a contaminação do vírus da Covid-19:

  • Higienize suas mãos corretamente e com frequência;
  • Utilize máscaras de proteção facial individual;
  • Mantenha o distanciamento social;
  • Não toque em seus olhos ou nariz sem estar com as mãos higienizadas;
  • Em caso de teste positivo, respeite o isolamento social e comunique as pessoas que tiveram contato com você para que façam o teste da COVID-19;

Para outras informações entrar em contato com a Secretaria Municipal da Saúde de Guaratuba pelo telefone: (41) 3472-8784.

SESA Resolução 243 sobre o uso de máscara de proteção

A Sesa recomenda também na Resolução 243 o uso de máscaras para professores e demais funcionários de creches e pré-escolas de programas de educação infantil que atende muitas crianças que ainda não são elegíveis para vacinação; não vacinados contra a Covid-19 ou com o esquema vacinal incompleto; em residências quando houver pessoas com suspeita ou confirmação da Covid; para pessoas vulneráveis à doença, como idosos, gestantes, puérperas ou com comorbidades; acesso ao transporte público (pontos e terminais de embarque e desembarque de pessoas), e durante o deslocamento; pessoas imunossuprimidas; agentes comunitários de saúde e de endemias nas visitas domiciliares; acesso e atendimento em instituições hospitalares e demais unidades de saúde e de assistência social por funcionários, pacientes e visitantes e Instituições de longa permanência para Idosos (ILPI) por funcionários e visitantes.

A secretaria orienta ainda que a utilização de máscaras não está proibida, e, aqueles que quiserem podem continuar utilizando. Além disso, as medidas de prevenção como higienização das mãos e uso do álcool em gel devem ser mantidas, para evitar a contaminação pela Covid-19.

Com informações da Prefeitura de Guaratuba e Sesa-PR