conecte-se conosco

Coronavírus

Secretaria de Justiça cria canal para receber denúncias de baladas clandestinas

Uma das recomendações é anexar os prints de convites e conversas sobre as festas clandestinas, além de fotos e vídeos dos eventos

Publicado

em

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, através do Departamento de Justiça, desenvolveu um canal on-line para receber denúncias de baladas clandestinas.

O endereço do link é http://www.justica.pr.gov.br/denunciacovid e tem como objetivo servir como apoio para as polícias no combate para quem insiste em ganhar dinheiro fácil realizando baladas e descumprindo as medidas adotadas pelas autoridades sanitárias para evitar a propagação da Covid-19.

O secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, alerta que as pessoas que desrespeitarem a lei e as normas de saúde pública podem colocar em risco a vida das pessoas e de seus familiares. “Tanto os organizadores, quanto os frequentadores dessas baladas clandestinas estão em total desrespeito à lei e as normas de saúde pública, causando imensos danos à população que está se cuidando durante a pandemia. E mais, essas pessoas podem colocar a vida de seus pais e demais familiares em risco”, alertou Leprevost.

O canal criado pela Sejuf servirá de apoio aos já existentes da segurança, principalmente para receber denúncias de aglomerações que já ocorreram ou que ainda vão acontecer. O Departamento de Justiça da Secretaria irá apurar as denúncias recebidas e auxiliar a polícia na responsabilização dos envolvidos. Tudo que for recebido pela Sejuf será repassado para a Polícia Civil.

Uma das recomendações para que a denúncia seja feita é anexar os prints de convites e conversas sobre as festas clandestinas; fotos e vídeos dos eventos irregulares que já aconteceram ou qualquer informação extra que materialize a denúncia.

Se alguém constatar a realização da balada clandestina no momento simultâneo que ela está acontecendo, a Sejuf alerta para que ligue imediatamente no telefone 190 ou para a guarda municipal de seu município e relate a ocorrência criminosa.

Fonte: Assessoria de Imprensa da SEJUF

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

Leia também: Vacina paranaense contra a Covid-19 está sendo desenvolvida pela UFPR

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.