conecte-se conosco

Coronavírus

Professoras realizam festa junina drive-thru para entregar atividades

Elas transformaram a frente de suas casas em ‘arraiá’

Publicado

em

As professoras Francismara Oliveira e Tatiane Rocha tiveram uma ideia diferente para não deixar passar em branco o clima de festa de junina deste ano. Elas abriram as portas de suas casas para entregar as atividades remotas aos alunos, com direito a traje típico, alegria e pipoca.

Elas lecionam na Escola Municipal em Tempo Integral Rosiclair da Silva Costa que funciona no CAIC. As professoras escolheram as turmas do 1.º ano para fazer essa atividade.

A ideia surgiu em virtude da atual situação que a sociedade está enfrentando e sob a perspectiva de que a educação não pode parar. “Estamos sempre em busca de alternativas que nos façam atrair a atenção dos alunos, bem como demonstrar aos responsáveis que a educação, apesar de todas as dificuldades que enfrentamos, precisa continuar e, para isso, buscamos uma alternativa”, explica a professora Tatiane.  

A alternativa foi abrir as portas de suas casas, a fim de entregar os materiais preparados aos pais, dando continuidade ao atendimento on-line. “Como a festa junina é comemorada anualmente e toda sua carga cultural deve ser repassada aos alunos, pensamos então desta forma, fazer com que nesta entrega de materiais para as aulas remotas, essa questão cultural fosse lembrada. Diante disso, optamos pela caracterização e também por selecionar, mesmo que de forma bastante simples, uma decoração e algumas guloseimas que nos remetem ao clima junino”, ressalta. 

Para realizar a atividade, as professoras enviaram aos pais no grupo das atividades remotas, um vídeo com motivo junino, para que despertasse o interesse na entrega dos materiais. Na sequência, elas prepararam o local com músicas típicas para receber os alunos.

Daniele mãe do Ithalo tambem foi buscar as atividades

As crianças foram também com trajes típicos receber as atividades. Elas estavam acompanhadas pelos pais, os quais elogiaram a ideia. “Nossos objetivos foram atingidos e, desta forma, podemos dar continuidade ao processo de ensino aprendizagem de nossos alunos, mesmo longe da escola, afinal a educação não para”, apontou a professora Francismara.

As professoras agradecem à direção da escola e à Secretaria Municipal de Educação (Semedi) o apoio e incentivo neste momento em que cada profissional tem superado desafios para tornar as aulas mais criativas.

Publicidade






Em alta