Connect with us

Coronavírus

Prefeitura iniciará distribuição de Ivermectina na sexta-feira na Arena Albertina Salmon

Arena Albertina Salmon será centro de entrega da medicação nesta primeira etapa e foi escolhida por ser ampla (Foto: Divulgação/Facebook)

Publicado

em

Pessoas acima de 40 anos e portadoras de doenças pré-existentes podem buscar medicação das 8h às 18h

Na sexta-feira, 17, a Prefeitura de Paranaguá inicia a entrega do medicamento Ivermectina para a população local, remédio que, segundo o município, apresentou resultados favoráveis para minimizar efeitos mais agressivos do novo Coronavírus, mas que não imuniza o paciente da doença. A medicação será entregue na Arena Albertina Salmon, das 8h às 18h, e nesta primeira etapa será voltada para moradores acima de 40 anos e cidadãos que tenham doenças pré-existentes, algo que deve ser comprovado por declaração médica. 

Prefeito detalha como será feita a distribuição

Segundo o prefeito Marcelo Roque, a tratativa para a compra da Ivermectina durou de 8 a 10 dias com o laboratório produtor. “O remédio chegou na quinta-feira, 16, em Paranaguá. Foi muito rápido. Deu tempo nesta semana de organizarmos a Arena Albertina Salmon, uma estrutura grande. Teremos a partir da sexta-feira, 17, quinze profissionais da saúde, médicos, ACFs, enfim, todos aqueles que estarão envolvidos nesta distribuição em massa”, explica, destacando a escolha do espaço esportivo devido à grande dimensão, o que evita aglomerações. 

“Faremos durante uns 10 dias a entrega na Arena, posteriormente partiremos para os nossos postos de saúde. Na Arena Albertina Salmon, haverá uma triagem, atendimento, prescrição médica, despensa com farmacêutico, onde esperamos a cada 10 dias atender no máximo de 4 a 5 mil pessoas, tipo de atendimento que também foi realizado na cidade de Itajaí – SC, cidade que foi pioneira no sul do País em implantar a Ivermectina para a população”, afirma o prefeito.

Segundo Marcelo Roque, há dados de outros países e outros municípios, como Porto Feliz – SP, onde os índices de internação de pacientes em hospitais devido à Covid-19 caíram após o uso massivo da Ivermectina. “É isso que nós queremos: diminuir esta demanda no hospital de campanha, no Hospital Regional do Litoral (HRL) e fazer este bloqueio. Não é uma vacina para o vírus, é um bloqueio, em que a pessoa pode não ter aquele sintoma agudo e precisar de uso de respirador. O índice de pessoas que estão necessitando de respirador, bem como indo a óbito, está grande, então queremos diminuir os sintomas das pessoas que contraíram o Coronavírus. É um dia importante para Paranaguá e queremos fazer esta distribuição o mais rápido possível no município”, explica. 

Requisitos para retirar medicamento

“Não é uma vacina para o vírus, é um bloqueio, em que a pessoa pode não ter aquele sintoma agudo e precisar de uso de respirador. O índice de pessoas que estão necessitando de respirador, bem como indo a óbito, está grande, então queremos diminuir os sintomas das pessoas que contraíram o Coronavírus”, ressalta o prefeito (Foto: Divulgação/Facebook)

Segundo a Prefeitura, para que haja atendimento e retirada da Ivermectina nesta primeira fase, o cidadão deve ser portador de doença pré-existente, entre elas, por exemplo, diabetes, hipertensão e cardiopatia, algo que deve ser comprovado por laudo médico. 

“Moradores com 40 anos ou mais também fazem parte do primeiro público alvo”, explica a Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) e Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Para receber o remédio, o munícipe deverá portar: identidade, Cartão SUS e comprovante de residência. 

A entrada na Arena não será permitida com calçados que contenham salto, bem como o uso de máscara  será obrigatório. “Apenas a pessoa que passará pela triagem e recebimento da medicação poderá entrar no Ginásio para atendimento. Conforme Decreto, crianças menores de 12 anos devem permanecer em casa. Não será permitida a entrada no local”, informa a prefeitura.

A prefeitura ressalta que pessoas que não fazem parte desses primeiros grupos preconizados, não devem se dirigir ao Ginásio neste momento. “A entrega ocorrerá todos os dias das 8h às 18h, no Ginásio Albertina Salmon, inclusive aos fins de semana”, afirma o município.

“O medicamento é contraindicado para pacientes hipersensíveis (alérgicos) à Ivermectina ou a algum dos componentes da fórmula, por pacientes com meningite ou outras afecções do Sistema Nervoso Central e por crianças com menos de 15 kg ou menores de 5 anos”, afirma a Secretaria de Saúde. 

Pessoas com sintomas e avaliação

A prefeitura ressalta que não devem se dirigir à Arena pessoas que apresentem sintomas da Covid-19. “Neste caso, o cidadão deve se dirigir ao Hospital de Campanha preferencialmente a partir do terceiro dia de sintoma”, explica. 

“O ginásio contará com diversos profissionais de saúde, médicos, farmacêutico, enfermeiros, agentes comunitários de saúde e equipe de apoio. O morador passará por uma avaliação da equipe da saúde e assinará um termo de consentimento antes da retirada da medicação, a qual é fornecida a critério médico”, informa a prefeitura.

Ivermectina

“A ação da Ivermectina contra a Covid-19 apresentou resultados favoráveis e comprovados in vitro. A medicação é mais uma medida de tentar minimizar os efeitos mais agressivos da doença já que in vitro, a Ivermectina inibiu a replicação do vírus. Tomar a medicação não significa que a pessoa está imune à doença, por isso, todas as demais medidas de prevenção devem ser mantidas como o uso de máscara, distanciamento social e higienização em especial das mãos”, afirma o município.

Com informações da Prefeitura de Paranaguá