Connect with us

Coronavírus

Observatório mapeia a disseminação da Covid-19 em rodovias federais

Mapa aponta contaminação de Covid-19 ao longo das BRs 101, 386 e arredores

Publicado

em

O Observatório do Litoral Paranaense (OLP) realiza uma análise semanal a partir de dados referentes ao avanço da Covid-19 em âmbito mundial, nacional, bem como na região Sul do Brasil, destacando o Estado do Paraná. O material é constituído em uma série de análises, abrangendo determinado período, pautando-se nas informações disponibilizadas pelo Ministério da Saúde (MS), secretarias de Saúde, por meio de boletins diários e, também, nas fontes jornalísticas e em instituições de divulgação de informação.

O professor Dr. Ricardo Rodrigues Monteiro, da UFPR Litoral, e vice-coordenador do Observatório do Litoral Paranaense (OLP), explica como são realizados os mapas. “No caso em questão, a pandemia do Coronavírus é um fenômeno global e nós estamos trabalhando com mapas na escala do mundo e agora, nos últimos dias, na escala dos municípios brasileiros. O Brasil tem 5.572 municípios e estamos representando os mapas nessa totalidade dos municípios, o que está nos ajudando a compreender bastante como está o fenômeno do Coronavírus no território nacional”, destaca Monteiro, explicando que no último levantamento apareceram os casos concentrados nas rodovias. “Foi na semana passada que nós tivemos a revelação, por meio dos mapas da região Sul, de que os casos estão muito concentrados ao longe em alguns trechos rodoviários, não são todas as rodovias, e se observarmos no mapa a gente vai ver que são poucas rodovias na região Sul, principalmente ao longo da 386 no trecho que liga Passo Fundo a Porto Alegre, e a ligação entre Porto Alegre e Curitiba, passando pela ‘Freeway’ e pela BR-101.  A gente observa que a grande maioria dos casos está concentrada nesses trechos rodoviários. Tem também uma incidência significativa no oeste catarinense, principalmente nos arredores de Concórdia e Chapecó, que possuem atividades frigoríficas muito intensas, e o norte do Paraná, na ligação de Londrina com Maringá e indo em direção a Paranavaí. Outros seguimentos que também não são de menor importância, mas onde aparece com menor quantidade que nos casos anteriores”, completa.



Professor Dr. da UFPR Litoral, e vice-coordenador do Observatório do Litoral Paranaense (OLP), Ricardo Monteiro

“Ampliando a análise anteriormente apresentada, o OLP divulgou, em 15 de maio, 7 mapas reveladores da concentração de casos da Covid-19 nos municípios brasileiros. Os dados indicam que 93% dos casos ocorrem em apenas 22% dos municípios, onde habitam 53% da população. Como os mapas ilustram, as maiores incidências ocorrem ao longo de trechos e cruzamentos importantes do sistema rodoviário, principalmente no acesso às regiões metropolitanas”, destaca Monteiro, que é doutor em cartografia pela USP (Geografia Humana) e responsável pela elaboração dos mapas.

Mapas

Os sete mapas podem ser acessados clicando aqui.