Connect with us

Coronavírus

Mortes de idosos caem e de adultos de 20 a 59 anos aumentam no Paraná, afirma Irpen-PR

Dados foram registrados em cartórios de todo o Estado

Publicado

em

Na sexta-feira, 23, o Instituto do Registro Civil das Pessoas Naturais do Estado do Paraná (Irpen-PR) divulgou informações sobre o número de óbitos em cartórios de todo o Estado, algo que também reflete o panorama da pandemia da Covid-19. Segundo os dados contabilizados no Paraná no início de abril, houve um aumento proporcional de mortes em pessoas de faixa etária mais jovem dos 20 aos 59 anos, ao contrário do que foi observado no início da pandemia, quando a maior parte dos óbitos causados pelo Coronavírus era de idosos de 60 a 89 anos. 

“Se no começo da pandemia, a faixa etária de pessoas com idades entre 60 e 89 anos eram aquelas que proporcionalmente mais vinham a óbito causado pelo novo Coronavírus no Paraná, este cenário começa a se alterar, com o aumento proporcional de mortes entre pessoas de faixa etária mais jovem, que vão dos 20 aos 59 anos. A mudança teve início em fevereiro, com aumento em março, que se mantém nos primeiros dias de abril”, informa o Irpen-PR.

Segundo a entidade, as mortes de pessoas com idades entre 20 e 29 anos, que até o mês de março representavam, em média, 0,97% dos falecimentos por Covid-19, passaram a ser 1% em abril, o que representa um crescimento de 8% no número de mortes. “Já a quantidade de óbitos de pessoas entre 30 e 39 anos, que representavam, em média, 2,9% das mortes, subiram em abril para 5%, crescimento de 73% no número de mortes por Covid-19”, complementa.

De acordo com o Irpen, a faixa dos 40 aos 49 anos foi a mais afetada no número de óbitos causados pela Covid-19 nesta nova fase pandêmica. “Até janeiro de 2021, representavam 5,5% dos óbitos causados pela doença. Em fevereiro passaram a representar 6,8%, em março 9,7% e, nos primeiros dias de abril, representam 7,9% do total de mortos pela doença no Estado. Em relação à média de óbitos desde o início da pandemia, esta faixa etária, que representava 6,6% dos óbitos, deu um salto e agora corresponde a 44% do número de mortes nos primeiros dias de abril”, relata.

“Também bastante afetada pela Covid-19 nesta 2.ª onda da pandemia, a população com idade entre 50 e 59 anos representava, em média, 13,5% do total de mortes pelo novo Coronavírus no primeiro ano completo da pandemia. Em fevereiro passou a representar 14,2%, em março para 17,1% e, nos primeiros dias de abril, representa 19,4% do total de mortos por Covid-19, um aumento de 44% no número de mortes pela doença”, informa a assessoria.

A faixa etária de 60 a 69 anos, que agora é foco da campanha de imunização contra o Coronavírus no Paraná, também foi afetada pela Covid-19 nesta nova fase. “Até março de 2020, representavam, em média, 23% dos óbitos por Covid no Estado. Este número vem subindo nos últimos meses, passando para 25% em março e 28,7% na primeira quinzena de abril, o que representa um aumento de 25% nos óbitos causados pela doença”, relata.

Vacinação reduz mortes

Segundo o Irpen-PR, “ainda que em ritmo lento e muitas vezes prejudicada pela falta de insumos e doses, a vacinação em massa da população é mesmo a grande saída para o Paraná superar a grave crise de saúde pública e os prejuízos à economia causados pela Covid-19 que, em março deste ano, registrou o maior índice de mortes no Paraná e, em abril, já supera o número de nascimentos em alguns municípios”, completa.

Ainda segundo a entidade, levando em contato dados de mortes contabilizadas pelos Cartórios de Registro Civil do País, se constatou uma redução de 72% nas mortes de pessoas entre 90 e 99 anos; de 44% entre aquelas de 80 a 89 anos; e de 6% entre os que possuem entre 70 e 79 anos – este último grupo ainda em período de quarentena entre as aplicações de doses e efeito da vacina -, na comparação entre a média de óbitos destes grupos desde o início da pandemia e os primeiros 15 dias do mês de abril deste ano.

“Os idosos da faixa etária entre 90 e 99 anos representavam, em média, 5,9% do total de mortos pela Covid-19 desde o início da pandemia. Em março, já com os primeiros reflexos da vacinação para esta idade, passaram a representar 3,1% dos óbitos e, nos primeiros dias de abril, 1,6% do total de falecimentos. A faixa entre 80 e 89 anos passou de uma média de 19,6% do total de mortos para 13,9% em março, e para 11,1% em abril. Já os óbitos entre a população de 70 a 79 anos que, em muitos Estados, acabou de receber a 2.ª dose da vacina, passou de uma média 26,2% do total de óbitos para 24,6% em abril, dando início a uma redução”, informa.

Segundo a assessoria, os dados constam no Portal da Transparência do Registro Civil.  “O portal da transparência é um excelente e relevante informativo para termos os dados, tanto de natalidade quanto de óbitos, da população brasileira. A partir dessas informações podemos ter formas de implementar nossas ações, seja para o governo implementar políticas públicas ou para informações ao público em geral”, afirma Elizabete Regina Vedovatto presidente do Irpen-PR.

Com informações do Irpen-PR

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.