Connect with us

Coronavírus

Guaratuba mantém medidas restritivas vigentes e intensifica fiscalização

Prefeito Roberto Justus reiterou a importância da participação da sociedade para se conter a propagação da Covid-19

Publicado

em

O prefeito de Guaratuba, Roberto Justus, em entrevista coletiva realizada na tarde da terça-feira, 23, explicou que o município não deve no momento alterar as regras vigentes ao combate da pandemia do novo Coronavírus. O intuito, neste momento mais crítico da pandemia, é intensificar a fiscalização sobre as normas.

O evento contou também com a presença dos secretários municipais de Saúde, Gabriel Modesto, de Educação, Fernanda Monteiro, e de Administração, Denise Lopes Silva Gouveia, bem como Hermínio Molinari, coordenador da Vigilância Sanitária e de José Carlos Abreu, diretor da 1.ª Regional de Saúde de Paranaguá, que abrange os sete municípios do litoral.

Durante a coletiva, foram apresentadas diversas ações realizadas pelo município, para o cumprimento das medidas sanitárias, ao longo deste período de temporada, como, por exemplo, as 600 ações de fiscalização realizadas no município, ao mesmo tempo em que viabilizou, dentro dos protocolos de segurança, que as pessoas que dependem da época de verão para garantir o sustento do ano todo pudessem atuar em suas funções.

O secretário de saúde de Guaratuba, Gabriel Modesto, apresentou um panorama de como o município está vivendo a pandemia e destacou que o alto índice de casos na cidade é reflexo da temporada de verão, explicando que os números do Carnaval devem aparecer dentro de 15 a 20 dias. O secretário também reforçou a importância de manter os cuidados para a prevenção da Covid-19, como lavar as mãos, manter o distanciamento social e a utilização do uso de máscara. “O pedido é para que estes números não sejam uma dor de cabeça, e para que o Estado consiga se reestruturar como fez em outros momentos de crise, e a gente não chegue ao momento do colapso, por isso pedimos o apoio da população”, enfatiza Modesto.

A secretária de Administração, Denise Gouveia, enfatizou a importância de o servidor público se colocar como um cumpridor das normas e que exija também o cumprimento delas por parte da população no combate à pandemia.  “Tenhamos cuidado e no trabalho sejamos diligentes conosco e com o outro”, pede Denise.

O coordenador da Vigilância Sanitária de Guaratuba, Hermínio Molinari, apresentou os dados que mostram as vistorias realizadas para averiguar o cumprimento das regras, sendo que somente neste período de Operação Verão foram 1.054. “Desde o dia 18 de março, quando iniciou a pandemia, partimos para um conjunto de ações fiscalizatórias e orientativas. Estas fiscalizações objetivaram o compartilhamento de informações com o comércio e, dessa iniciativa, foram realizadas diversas reuniões, que nos ajudaram a ter subsídios para termos uma legislação participativa. A responsabilidade se tornou coletiva, o comércio foi também sendo capacitado de sua obrigação de também cuidar de si e da população”, destacou Molinari, informando que foram realizadas 4.200 vistorias nos últimos 12 meses.    

A secretária de Educação, Fernanda Monteiro, destacou que as medidas de segurança estão sendo tomadas e as normas foram estudadas antes de colocadas em prática. As aulas na cidade tiveram início no dia 18 de fevereiro, estão funcionando em formato híbrido, onde parte dos alunos assiste em sala e outra parte em casa.

O prefeito Roberto Justus reiterou a importância da participação de toda a sociedade para se conter a propagação da Covid-19. “As medidas produziram o efeito esperado até o momento. Nós conseguimos controlar as atividades comerciais, empresariais para que eles cumprissem as regras vigentes, através de milhares de ações de fiscalizações durante esta temporada. E também conseguimos dar atendimento, pois não faltou médico, vaga, equipamento e medicamento para as pessoas que frequentaram a temporada em nosso litoral. O pico de movimento de verão já passou, e a tendência é que isso agora vá diminuindo, mas ainda vamos sobre este pico pelos próximos 20 dias, e a ideia é chamar a população para essa responsabilidade consciente”, enfatiza o prefeito Roberto Justus, que clama pelo comprometimento da população. “Nós precisamos mais do que nunca do comprometimento da população no cumprimento dessas medidas. E também darmos o exemplo internamente. A nossa Secretaria de Administração e a nossa Ouvidoria Geral vão trabalhar de uma forma intensa e radical em relação ao cumprimento das regras vigentes por parte do servidor público municipal, não só no ambiente de trabalho, mas também fora dele, nas redes sociais, no que diz respeito a ‘Fake News’ e a aglomerações, seja lá onde for. E a fiscalização fazendo o mesmo com o cidadão com a população em geral. Chega de dar advertências, chega de dar prazos, agora precisamos ser radicais e atuar tanto na esfera administrativa,  com as multas e com os embargos, mas também na esfera cível e criminal se for o caso, para aquelas pessoas que descumprirem as regras de prevenção para a Covid, qualquer regra da menor que seja, da mais singela que será, porque nós precisamos interromper de uma vez por todas esse senso comum que simplesmente se implantou aqui no nosso litoral de que o pior já passou, de que a vacina já está aí e que está tudo certo e não tem problema. Muito pelo contrário, hoje nós vivemos o pior momento da pandemia desde o seu início no Estado do Paraná inteiro e aqui no litoral não é diferente”, alerta.

Confira a nota técnica da Prefeitura de Guaratuba na íntegra sobre o aumento de casos de Covid-19

Em consonância com os protocolos emitidos pela Secretaria Estadual de Saúde, Ministério da Saúde e pela Organização Mundial de Saúde, o Município de Guaratuba tem diuturnamente monitorado avanços da pandemia do Coronavírus, adotando as medidas cabíveis para deter a proliferação do vírus e promover o seu enfrentamento. Com o encerramento da Operação Verão Consciente e do período de maior movimento nas nossas praias, o Município de Guaratuba vem a público para promover um balanço da situação da pandemia.

Conforme demonstram os levantamentos da vigilância epidemiológica, Guaratuba vive um momento de maior incidência de contaminação da Covid-19.

Muito embora tenhamos constado esse aumento significativo de número de casos e de mortes em nosso município, as quais lamentamos profundamente, podemos afirmar categoricamente o cumprimento das medidas de saúde ao longo de todo o período de temporada, período em que a municipalidade promoveu a fiscalização de mais de 600 estabelecimentos, ao mesmo tempo em que viabilizou, dentro dos protocolos de segurança, que as pessoas que dependem da época de verão para garantir o sustento do ano todo, pudessem fazê-lo. Não tivemos nenhum caso de falta de atendimento, falta de medicamento ou de transporte.

Um ponto importante a ser observado é que, dentro da condição de uma cidade que possui uma população flutuante, com acréscimo significativo no período de temporada de verão, acreditamos que esse crescimento vertiginoso de casos está associado ao pico de visitantes e de pessoas que vêm residir em nosso município nesta época do ano. Aliado a isso, o relaxamento da população na obediência aos protocolos de saúde e a falta de responsabilidade individual consciente contribuíram sobremaneira para o aumento desses números.

Com o fim da temporada de verão e com a redução do número de pessoas em nossa cidade há uma expectativa de que ainda vamos ter um reflexo deste movimento pelos próximos 15 dias. A perspectiva do Município de Guaratuba, dentro desse período, é observar uma redução na curva de contaminação e de mortes por Covid-19. Para isso acontecer, a municipalidade tomará medidas administrativas internas mais contundentes, mediante intensificação de orientações aos servidores públicos quando à obediência aos protocolos de saúde (dentro e fora do seu ambiente profissional), afastando servidores que possuem risco e priorizando atendimentos virtuais. No mesmo sentido serão intensificadas as campanhas de prevenção e as medidas de fiscalização, especialmente no sentido de, além de advertir, aplicar as multas que estão previstas na legislação de regência.

É importante lembrar que no ano de 2020, por meio de diversos decretos foram adotadas medidas que visaram a diminuir a circulação de pessoas e, consequentemente, do vírus. Houve a restrição ao funcionamento de algumas atividades comerciais e até a interdição das praias, calçadões e outros espaços públicos municipais. Essas medidas, embora indesejáveis, foram imprescindíveis para salvaguardar vidas, diante da batalha com um inimigo invisível, mas, muitas vezes, letal.

Uma vez que em 2021 a pandemia continua em alta a Administração Municipal conclama a população a observar os cuidados de prevenção, como, por exemplo, a higienização adequada da mãos e objetos de uso pessoal; a manutenção dos ambientes sempre ventilados e o uso das máscaras de proteção, cobrindo boca e nariz, bem como, a observância dos limites de capacidade e distanciamento nos ambientes comerciais e locais públicos. Vale lembrar que neste ano já não foram realizadas as tradicionais festividades de Ano Novo e Carnaval e até que se tenha uma quantidade suficiente de vacinas para imunização geral da população é extremamente importante que todas as pessoas físicas e jurídicas observem as regras de prevenção e as normas que estabeleceram medidas de enfrentamento ao Coronavírus, em especial aquelas contidas nas Leis e Decretos Estaduais e Municipais, para que se possa evitar a adoção de novas medidas restritivas, ou até mesmo lockdown, em relação ao funcionamento do comércio e a circulação de pessoas.

No que se refere ao retorno das aulas na rede municipal de ensino é importante esclarecer que o atual cenário da pandemia e o aumento do número de casos não têm qualquer relação com isso, notadamente porque o início do ano letivo ocorreu apenas no dia 18/02/2021 e está lastreado em um protocolo de biossegurança tão restritivo e rigoroso que é muito mais seguro ao aluno estar dentro do ambiente escolar do que fora dele. O retorno às aulas é fruto de um trabalho intenso, planejamento, coordenação e treinamento de toda a equipe da Secretaria Municipal de Educação em atuação conjunta com a Secretaria Municipal de Saúde. Mais que isso, essa decisão administrativa é fruto de muito debate em todas as esferas de governo, tanto que nosso Governo do Estado do Paraná confirmou que o início das aulas na rede estadual está mantido, deixando claro que a educação é uma prioridade e que o retorno das aulas é fundamental para os alunos, não somente no que diz respeito ao ensino, mas sobretudo quanto ao aspecto psicológico, pensando nas crianças de forma ampla e singular.

Por fim, é importante relatar que o Prefeito Roberto Justus encaminhou para a Assembleia Legislativa do Estado do Paraná um pedido de prorrogação do decreto que reconhece o estado de calamidade pública e emergência em saúde. Aliás, deixar registrado ainda que as medidas sugeridas pelo Governador, Secretário de Estado da Saúde, Chefe do Núcleo de Saúde no que diz respeito ao toque de recolher e de todas as fiscalizações que aconteceram durante esse período foram muito positivas para todas as cidades do litoral e contribuíram significativamente para o controle do avanço da pandemia em nossa região.

Os Decretos Municipais e demais atos normativos relacionados à Covid-19, assim como os boletins epidemiológicos diários, podem ser consultados diretamente na página oficial do Município na Internet (www.guaratuba.pr.gov.br), clicando no tópico “Coronavírus”.

Leia também: Litoral contabiliza 136 novos casos de Covid-19 e dois óbitos

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.