conecte-se conosco

Coronavírus

Fisioterapeuta explica sintomas e tratamento da síndrome pós-Covid-19

“Desde o final ano de 2020 tivemos uma demanda muito grande de pacientes pós-Covid e cada quadro clínico é único e diferente do outro paciente”, explica o fisioterapeuta Wilson (Foto: Divulgação)

Publicado

em

Fisioterapeuta explica sintomas e tratamento da síndrome pós-Covid-19

Wilson Junqueira Neto explica importância da fisioterapia no processo

Além do enfrentamento clínico à Covid-19 feita arduamente pelos profissionais da saúde junto aos infectados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI´s) e Enfermarias, outro ramo essencial abrange a recuperação de pacientes que contraíram o Coronavírus, conseguiram superar a doença em uma primeira etapa, mas para conseguirem vencer a grave enfermidade precisam tratar as sequelas  da doença. Segundo o fisioterapeuta de Paranaguá, Wilson Junqueira Neto, os sintomas são causados pela síndrome pós-Covid-19, que são decorrentes da infecção pelo novo Coronavírus, associados a problemas como dores crônicas, dificuldade para respirar, fraqueza muscular, fadiga intensa e até mesmo perda de memória, entre outros. Nesse sentido, a fisioterapia é essencial para o tratamento aos recuperados do Coronavírus com tratamento que pode durar meses.

Segundo Wilson Junqueira Neto, que é formado em Fisioterapia pela Faculdade Evangélica do Paraná, com pós-graduação em Fisioterapia Neurológica pela UP, especialização em Neuropediatria pelo pelo Instituto Brasileiro de Terapias Manuais (IBRATE) e Reeducação Postural Global pela Escola Souchard SP, a síndrome pós-Covid-19 é acometida pela infecção com o novo Coronavírus. “Considerada como uma condição inflamatória difusa e multissistêmica, ela está associada a problemas no sistema nervoso central e músculo-esquelético. Os sintomas mais comuns da síndrome são: fadiga intensa, dor crônica, fraqueza muscular, dificuldade para respirar, bem como déficits cognitivos, como alterações de memória e fadiga mental”, explica.

De acordo com o profissional, os sintomas são persistentes, chegando a durar vários meses, mesmo após a recuperação da Covid-19. “Baseado nesses dados, a Fisioterapia pode ser preventiva, de forma a otimizar a prevenção destes sintomas, durante o próprio quadro instalado da Covid-19 e, após a infecção, melhorando os sintomas e sequelas da doença. Muitas pessoas relatam, falta de paladar, assim como cheiro, onde se pode trabalhar, treinando novamente estes sentidos. É importante ser acompanhado por um profissional fisioterapeuta o quanto antes, com o objetivo de minimizar estes efeitos deletérios do vírus, que traz consigo geralmente uma internação prolongada. Vale lembrar que a importância da fisioterapia é investimento em redução de custos, umas vez que as sequelas implicam em fatores incapacitantes muitas vezes”, relata.

Fisioterapia respiratória

“A fisioterapia respiratória associada com a cinesioterapia motora melhora a capacidade funcional objetivando uma qualidade de vida melhor. Muitas vezes os pacientes que não fazem fisioterapia ficam com sequelas durante muitos meses, podendo permanecer definitivas em seu quadro clínico. O tempo ainda é um desafio para a medicina mas podemos afirmar que pacientes que realizam fisioterapia pós Covid restabelece suas funções mais rápidos”, afirma o fisioterapeuta, destacando a importância da fisioterapia na questão da respiração, visto que a Covid-19 é uma doença que afeta diretamente o sistema respiratório.

Aumento de pacientes com sequelas em Paranaguá

Segundo Wilson Junqueira, houve aumento de pessoas que necessitaram tratar os sintomas após se recuperarem da Covid-19. “Desde o final ano de 2020 tivemos uma demanda muito grande de pacientes pós-Covid-19 e cada quadro clínico é único e diferente do outro paciente. Hoje, graças a Deus, estamos muito satisfeitos com o nosso trabalho, onde desenvolvemos a alegria de um simples fato de melhor respirar ao paciente. Procure um fisioterapeuta, somos profissionais altamente capacitados para melhorar a qualidade de vida”, finaliza.

Leia também: Unespar realizará testes de Covid-19 em assintomáticos no campus Paranaguá