Connect with us

Coronavírus

Covid-19, gripe e resfriado: médico explica a diferença entre as enfermidades

Médicos estão habilitados para fazer o atendimento de cada doença e indicar medicação

Publicado

em

Por terem sintomas muito parecidos, os resfriados, gripes e a Covid-19 muitas vezes causam dúvidas entre a população. A desconfiança pode fazer com que muitos procurem atendimento médico por acharem que forem infectados pelo Coronavírus. Quem explica as diferenças e as similaridades entre as enfermidades é o médico Dr. Jhonatan Aredes.

Segundo ele, os médicos estão habilitados para observar essas diferenças, fazer o atendimento e indicar a medicação correta. “Os três podem iniciar com sintomas muito parecidos, por isso, não tem muita chance dos pacientes conseguirem diferenciar uma da outra com facilidade. Mas, tecnicamente, conseguimos diferenciar por alguns sintomas. Por exemplo, a gripe apresenta um quadro mais intenso, a pessoa terá febre, dor no corpo, dor de cabeça, tosse seca. Costumamos dizer que gripe é aquela que derruba, que a pessoa fica cansada com dificuldade até de levantar da cama”, explicou Dr. Jhonatan.

Já o resfriado é mais brando e deixa a pessoa menos debilitada. “O resfriado causa tosse, congestão nasal, coriza, dor no corpo, dor de garganta bem discreta, com sensação de arranhamento”, disse o médico.

Como bastante divulgado pelos veículos de comunicação e nos informes dos órgãos de saúde, a Covid-19 pode provocar dificuldade para respirar. “Começa com uma tosse seca, febre, pode vir com uma dor de garganta também, mas o mais importante é o desconforto respiratório, a falta de ar”, informou Dr. Jhonatan.

População está consciente

“Tentamos explicar que cada caso é um caso, eles entendem e acabam lembrando os sintomas que já são conhecidos por eles”, observou Dr. Jhonatan Aredes

Ele afirma que nos últimos dias tem sido uma rotina explicar esses sintomas para os pacientes. “Orientar sobre essas diferenças tem sido um exercício, porque às vezes o paciente chega já achando que está com o Coronavírus por conta das informações divulgadas na mídia. Tentamos explicar que cada caso é um caso, eles entendem e acabam lembrando os sintomas que já são conhecidos por eles. Mas, no caso de dúvidas, são bem poucas, a população está bem inteirada do assunto, principalmente os mais jovens. Com os mais idosos sentimos um pouco mais de dificuldade de convencê-los, mas estamos conseguindo conversar muito bem”, contou o médico.

Dr. Jhonatan atende atualmente na UPA (Unidade de Pronto Atendimento 24h), localizada na Praça Portugal, em Paranaguá, e é bastante conhecido por utilizar roupas de super-heróis para chamar a atenção das crianças. De acordo com ele, o movimento na unidade, que costuma ser bastante intenso, diminuiu bastante nos últimos dias.

“Temos visto mais pessoas que realmente necessitam de atendimento. Aqueles casos típicos de unidade básica de saúde estão sendo redirecionados para evitar o inchaço do sistema quando os casos começarem a surgir”, destacou Dr. Jhonatan.