conecte-se conosco

Coronavírus

Anvisa aprova primeiro autoteste de Covid-19 que utiliza saliva no Brasil

Além disso, outro autoteste que pode ser usado por até cinco pessoas foi aprovado

Publicado

em

Foto: Divulgação/Mendelics

Na segunda-feira, 25, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou dois novos autotestes de Covid-19 para uso no Brasil, sendo que um deles é o primeiro que utiliza a saliva para detectar a presença ou não do vírus. Além disso, outro exame que também foi aprovado pode ser adquirido e utilizado por até cinco pessoas, com foco no atendimento às famílias. Com as novas autorizações, o Brasil conta atualmente com quatro autotestes aprovados no Brasil, com comercialização em farmácias e estabelecimentos de saúde autorizados, algo que depende da disponibilização dos fabricantes.   

Segundo a Anvisa, a aprovação dos dois autotestes de Covid-19 inclui  o primeiro  que faz uso da saliva, ao invés do swab nasal. “Com isso já são quatro os autotestes autorizados no país. Para obter o registro, os produtos foram avaliados quanto à segurança, o desempenho e o atendimento aos requisitos legais exigidos aos autotestes”, acrescenta.

“Um dos principais pontos de atenção da Anvisa para análise dos autotestes é a usabilidade, que inclui as orientações de uso e as instruções em linguagem simples que permita a pessoa leiga fazer o uso correto do produto”, explica a agência.

Autoteste que utiliza saliva

Denominado de “Autoteste COVID Ag Oral Detect”, o exame utiliza a saliva para detecção do vírus e foi registrado em nome da empresa Eco Diagnóstica Ltda. “É o primeiro autoteste registrado no Brasil que utiliza amostra de saliva e que também terá fabricação nacional. A coleta requer que o usuário cuspa a saliva em um copo. Essa coleta não utiliza swab, mas o kit possui este item que será usado apenas para transferir a quantidade certa da saliva do copo para o tubo de extração. É fundamental que o usuário leia as instruções de uso antes de realizar o teste”, acrescenta.

Autoteste para até cinco pessoas

Outro autoteste nasal pode ser usado por famílias, utilizaod por até cinco pessoas, sendo nomeado de “SGTi-flex COVID-19 Ag – AUTOTESTE”, registrado em nome da empresa Kovalent do Brasil Ltda. O produto erá fabricado no Brasil. “O autoteste foi desenvolvido para uso de amostra de swab nasal não profundo (haste utilizada para coleta secreção nas narinas) e poderá ser encontrado no mercado nacional em versões com 1, 2 e 5 testes para atender às famílias que queiram utilizar essa ferramenta de enfrentamento ao Coronavírus”, complementa a Anvisa. 

Atuação da Anvisa

Segundo a Anvisa, a atuação da agência visa proteger a saúde da população, com avaliação contínua da prioridade aos processos de produtos para enfrentamento à pandemia.”A lista de autotestes para Covid-19 aprovados pela Anvisa é atualizada periodicamente e pode ser acessada no clicando aqui“, informa. “A publicação dos novos registros está na Resolução-RE 605, de 24 de Fevereiro de 2022, publicada nesta sexta-feira no DOU”, acrescenta.

Autoteste: o que é importante saber

“O autoteste é o produto que permite que a pessoa realize todas as etapas da testagem, desde a coleta da amostra até a interpretação do resultado, sem a necessidade de auxílio profissional. Para isso, deve seguir atentamente as informações das instruções de uso, que possuem linguagem simples e figuras ilustrativas do seu passo a passo”, explica a agência.

Segundo a Anvisa, independente do resultado do autoexame, as pessoas devem prosseguir adotando o uso de máscara. A agência reforça também que todos se vacinem e que, junto ao distanciamento físico e máscara, essas são “medidas que protegem você e outras pessoas, pois reduzem as chances de transmissão do Coronavírus”, finaliza.

Com informações da Anvisa