Connect with us

Ciência e Saúde

Unidade de saúde do Leblon promove lives para conscientizar mulheres

Objetivo é levar informação sobre o câncer de mama e colo de útero (Foto: Divulgação UBS Leblon)

Publicado

em

Unidade de saúde

Na próxima semana, a Unidade de Saúde Ezequiel Luiz Dias do Nascimento, localizada no bairro Leblon, promoverá duas lives que serão transmitidas pelo Instagram @USLeblon. Como forma de divulgar mais a campanha Outubro Rosa, a enfermeira Cecília Carolina Lopes Ferreira e as médicas Dra. Ananda Rocha e Dra. Ana Luiza Varella falarão sobre a prevenção do câncer de mama e a do colo de útero.

Na quarta-feira, 21, o tema abordado será o câncer de mama, a partir das 20h, com a enfermeira Cecília. Na semana seguinte, no dia 28, o tema será câncer de colo de útero, com as médicas Ananda e Ana Luiza. Durante as transmissões, as perguntas enviadas pelos participantes poderão ser respondidas pelas profissionais de saúde.

Segundo a enfermeira Cecília, que atua na Estratégia Saúde da Família (ESF) na Unidade de Saúde Leblon, as lives foram a solução encontrada para levar a informação para as mulheres sobre o Outubro Rosa.

“Devido à pandemia, fica difícil a realização de mutirão de preventivo, por causa de aglomerações na unidade. As lives são um meio de comunicação que temos disponível para falar com esse público que queremos alcançar, que são as mulheres”, afirmou a enfermeira.

O objetivo é conscientizá-las sobre a importância da avaliação da mama, de conhecer o seu corpo e procurar ajuda se encontrar alguma anormalidade. “Na live vamos explicar quais são esses sinais de alarme e sobre os exames preventivos, qual a faixa etária para a mamografia, por exemplo, e de quanto em quanto tempo a mulher deve fazer”, disse Cecília.

Procura pelos exames

A procura pelos exames preventivos, neste ano, tem sido baixa na unidade Leblon, de acordo com a enfermeira. “Como viemos desse cenário de pandemia, a procura foi pequena. As mulheres que fizeram o exame foram mais aquelas que têm algum histórico familiar. Como estamos ainda no sinal de alarme, a gente indica que as mulheres que não fizeram os exames dentro de dois anos ou que tenha algum histórico familiar procure. Na unidade, os atendimentos acontecem com hora marcada, justamente para evitar aglomeração. Tanto os agendamentos para as consultas médicas como a avaliação do preventivo e mamografia devem ser feitos na recepção”, explicou Cecília.

As mulheres devem procurar o seu posto de saúde de referência, o mais próximo de suas casas, para agendar consultas e exames. No entanto, todas as mulheres poderão acompanhar as transmissões on-line que iniciam na próxima semana para receber informação.

“O Outubro Rosa ajuda a conscientizar a mulher sobre o seu corpo e, principalmente, o diagnóstico precoce, pois sabemos que é isso que auxilia no tratamento da doença. A campanha é importante nesse aspecto, porque ensina sobre o tempo que a mulher precisa fazer os exames para se houve alguma alteração, descobrir esse câncer em fase inicial, quando a porcentagem de cura é bem maior”, concluiu a enfermeira Cecília.