Connect with us

Ciência e Saúde

Teste rápido da Covid-19 da UFPR Litoral é publicado em revista científica internacional

Para chegar ao público, parceria deve ser firmada com empresa que produzirá teste em larga escala e fará tramitação junto à Anvisa (Foto: UFPR)

Publicado

em

Teste rápido da Covid-19 da UFPR Litoral é publicado em revista científica internacional

Exame apura resultado em 12 minutos e possui custo baixo

Na segunda-feira, 1.º, a Universidade Federal do Paraná (UFPR) divulgou a publicação pela revista ACS Sensors de um artigo científico sobre o teste rápido e de baixo custo para Covid-19 desenvolvido por pesquisadores do Laboratório de Microbiologia Molecular do Setor Litoral da UFPR. Segundo a universidade, a revista é classificada pela Qualis Capes como A1, o maior indicador de qualidade possível e a publicação reforça a qualidade científica acadêmica na produção de um teste mais rápido e barato do que os utilizados atualmente no mercado.

“A publicação destaca que o teste desenvolvido na UFPR permite detecção rápida, econômica e quantitativa de anticorpos do SARS-coV-2 – chamado de novo Coronavírus – no soro, plasma ou sangue humanos. O teste alcançou a mesma qualidade dos ensaios de padrão ouro Elisa (Enzyme-Linked Immunosorbent Assay) e Luminex, porém com menor consumo de insumos, instrumentação, menor tempo de resultado e menor volume de amostra. Outro diferencial, é que pode ser usado em pontos de atendimento ao público, pois o resultado fica pronto em menos de 12 minutos e é de fácil leitura”, informa a assessoria da UFPR.

O professor Luciano Fernandes Huergo, que atua na UFPR Litoral e é responsável pela pesquisa, destacou a importância do feito. “A publicação é o reconhecimento pela comunidade científica de que a invenção tem relevância para diagnóstico de Covid-19. Também dá maior visibilidade ao teste desenvolvido para prospecção de parceiros fora do Brasil”, explica.

 Professor Luciano Huergo, criador do teste, e o bolsista de iniciação científica, Marcelo Conzentino, no Laboratório de Microbiologia Molecular da UFPR Litoral (Foto: UFPR)
Professor Luciano Huergo, criador do teste, e o bolsista de iniciação científica, Marcelo Conzentino, no Laboratório de Microbiologia Molecular da UFPR Litoral (Foto: UFPR)

Segundo a UFPR, para que o teste possa chegar ao público é preciso encontrar uma empresa parceira, “que vai realizar a produção em escala a realizar a tramitação junto à Anvisa para o uso como diagnóstico da Covid-19”, completa.

“O teste criado na UFPR é uma adaptação do método Elisa tradicional. No entanto, usa uma técnica diferente e o processo acontece em nanopartículas magnéticas cobertas com antígenos virais. A mudança no método permite que o tempo de reação seja menor e o resultado mais rápido: cerca de 12 minutos”, finaliza a UFPR.

Leia o artigo publicado na revista científica ACS Sensors no link a seguir: https://pubs.acs.org/doi/full/10.1021/acssensors.0c02544 .

Com informações da UFPR

Leia também: Especialistas em Ginecologia e Obstetrícia falam sobre Síndrome Urogenital e da importância dos exercícios físicos na gestação