conecte-se conosco

Ciência e Saúde

Litoral registra mais 386 casos de Dengue em uma semana

Sesa investiga mais 3.713 casos suspeitos da doença na região

Publicado

em

Foto: Prefeitura de Matinhos/Divulgação

Na tarde da terça-feira, 2, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), divulgou o Informe Técnico n.º 36 sobre a situação da Dengue em todo o Paraná. De acordo com as informações técnicas, na última semana, o litoral do Paraná confirmou mais 386 casos da doença, sendo que 167 dos pacientes diagnosticados com a enfermidade eram de Matinhos, município com maior crescimento de registros da enfermidade no último período epidemiológico analisado pela Sesa entre 25 de abril a 2 de maio.

Nos últimos sete dias, segundo o Informe da Sesa, a região contabilizou 386 novos casos de Dengue em Matinhos (167), Guaratuba (104), Paranaguá (102), Pontal do Paraná (25), Antonina (5), Morretes (9) e Guaraqueçaba (2). A região também contabilizou neste período 18 casos de Dengue com Sinais de Alerta (DSA) em Matinhos (11), Paranaguá (5), Pontal do Paraná (1) e Guaratuba (1)

O litoral registrou também mais um registro de Dengue Grave (DG) em Guaratuba, segundo o boletim. Nenhuma morte devido à doença foi registrada no litoral paranaense na última semana.

2.016 casos de Dengue no litoral desde agosto de 2022

No atual período epidemiológico, que analisa a situação da Dengue no litoral e em todo o Paraná desde 16 de agosto de 2022 até esta terça-feira, 26 de abril de 2023, o litoral apresenta o total de 2.016 casos da enfermidade registrados em Paranaguá (1.130), Matinhos (555), Guaratuba (193), Pontal do Paraná (67), Guaraqueçaba (29), Antonina (26) e Morretes (16).

Foram contabilizados na região 83 casos de Dengue com Sinais de Alerta (DSA)  em Matinhos (39), Paranaguá (32), Pontal do Paraná (5), Guaraqueçaba (4), Guaratuba (2) e Antonina (1). Além disso, até agora, o litoral registrou três de Dengue Grave (DG) em Paranaguá (2) e Guaratuba (1). Desde agosto, uma morte foi registrada devido à Dengue no litoral, ocorrida no município de Paranaguá. Atualmente, a Sesa investiga mais 3.713 casos suspeitos de Dengue no litoral do Paraná.

14 casos suspeitos de Chikungunya 

Em comparação ao último informe epidemiológico da Sesa que trouxe informações da Chikungunya e Zika vírus no Paraná, registrado em 25 de abril, o último boletim desta terça-feira, 2, apontou 14 possíveis casos de Chikungunya em investigação na região em Guaratuba (7), Paranaguá (4), Matinhos (1), Morretes (1) e Pontal do Paraná (1). Nenhum caso de Zika vírus ou Chikungunya foi confirmado na região pela Sesa até agora. 

Paraná

Conforme os boletins da Sesa, o Paraná registrou na última semana mais 6.889 casos de Dengue e seis óbitos decorrentes da doença. Com relação à Chikungunya, o boletim aponta que o Estado confirmou mais 52 casos confirmados, assim como um acréscimo de 236 notificações da enfermidade e nenhuma morte em decorrência da doença. Além disso, a pasta investiga 16.036 possíveis casos da doença em todo o Estado atualmente.

Ao todo, o Paraná soma neste período epidemiológico 191.819 notificações, 35.433 casos confirmados e 21 mortes por dengue. Com relação à Chikungunya são 1.912 notificações, 283 casos e dois óbitos. De Zika vírus são 74 notificações, sem casos e óbitos confirmados. 

Segundo o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, a população deve estar envolvida no combate à dengue. “Cerca de 80% dos focos do mosquito Aedes aegypti se formam nos quintais e dentro das residências, por este motivo, a participação da população na remoção destes criadouros é tão importante”, alerta o gestor.

O boletim na íntegra pode ser acessado no site da Sesa.

Com informações da Sesa/AEN

Em alta