conecte-se conosco

Ciência e Saúde

Instituto Peito Aberto faz parceria com Senac Paranaguá

Peça teatral foi criada por alunos do curso de Radiologia para conscientizar mulheres

Publicado

em

Neste mês, o Instituto Peito Aberto tem visitado empresas e instituições, firmando parcerias que visam conscientizar as mulheres sobre a importância da prevenção do câncer de mama. Para abordar o tema de uma forma diferente, o Instituto firmou, neste ano, uma parceria com o Senac Paranaguá. Alunos do curso de Radiologia montaram uma peça teatral para ilustrar a realidade enfrentada por mulheres que recebem o diagnóstico e os dilemas que envolvem a doença no âmbito familiar.

“Queremos mostrar o câncer por um outro ângulo, quando há essa interação com a arte, a gente vive o momento junto e aumenta a percepção do que acontece com a mulher”, disse a diretora do Instituto, Mara Baioni
Foto: Divulgação

A diretora comercial do Instituto Peito Aberto, Mara Baioni, explicou que a peça foi apresentada na instituição de ensino, na última quinta-feira, 6, junto com palestra e dinâmica. “Os alunos do curso de Radiologia fizeram essa peça sobre o câncer de mama e fizemos essa parceria para apresentar em empresas. Tivemos também a participação do Sesc com a Katiane e com a Luciana na parte motivacional e eu contei mais sobre a atuação do Instituto com as pacientes”, disse Mara.

A peça teatral, segundo Mara, pode contribuir para o conhecimento da doença. “O objetivo é mostrar, de forma lúdica e leve, como a mulher recebe o diagnóstico e a motivação para a mulher olhar para si mesma, falando da parte emocional, da dificuldade de se olhar”, abordou Mara.

Mara propôs a parceria junto a direção da unidade do Senac Paranaguá após ser convidada para assistir a peça. “Queremos mostrar o câncer por um outro ângulo, quando há essa interação com a arte, a gente vive o momento junto e aumenta a percepção do que acontece com a mulher. A peça retrata muito bem o preconceito, a dificuldade do homem em participar desse momento e das dificuldades de quem paga pelas consultas médicas ou faz o acompanhamento pelo Sus, por isso achei muito interessante”, afirmou Mara.

plugins premium WordPress