conecte-se conosco

Ciência e Saúde

Dengue: o que você precisa saber sobre a doença em crianças

Dra. Cyntia Guerios Digiovanni é formada pela PUC, com residência médica em Pediatria no HC de Curitiba, possui Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Pediatria e é cooperada da Unimed Paranaguá

Publicado

em

Diferente da Covid, as arboviroses, grupo de doenças no qual se incluem a Dengue, Chikungunya, Zika e a Febre Amarela, têm como grupo de risco as crianças, porque elas apresentam condições orgânicas que favorecem a evolução para formas mais graves dessas doenças. 

Neste momento Saúde da Unimed Paranaguá, a Dra. Cyntia Guerios Digiovanni esclarece algumas dúvidas sobre a Dengue em crianças.

Quais são os principais sintomas da Dengue no público infantil?

Dra. Cyntia: Existem dois aspectos clínicos. A dengue nas crianças pode ser assintomática ou apresentar-se como uma síndrome febril clássica viral, ou com sinais e sintomas inespecíficos: adinamia, sonolência, recusa da alimentação e de líquidos, vômitos, diarreia ou fezes amolecidas. Nos menores de dois anos de idade, especialmente em menores de seis meses, sintomas como cefaleia, dor retro-orbitária, mialgias e artralgias podem manifestar-se por choro persistente, adinamia e irritabilidade, geralmente com ausência de manifestações respiratórias, o que pode ser confundido com outros quadros infecciosos febris, próprios dessa faixa etária.

Na criança, o início da doença pode passar despercebido e o quadro grave ser identificado como a primeira manifestação clínica. O agravamento, em geral, é súbito, diferente do que ocorre no adulto, que é gradual e os sinais de alarme de gravidade são mais facilmente detectados. O exantema, quando presente, é máculo-papular, podendo apresentar-se sob todas as formas (pleomorfismo), com ou sem prurido, precoce ou tardiamente.

Existem alguns sinais de alarme na criança?

Dra. Cyntia: Entre o terceiro e o sétimo dia do início da doença, quando ocorre a defervescência da febre, podem surgir sinais e sintomas como vômitos importantes e frequentes, dor abdominal intensa e contínua. Na presença de algum desses sintomas, o paciente deve procurar imediatamente atendimento médico

Como confirmar o diagnóstico?

Dra. Cyntia: O diagnóstico será confirmado após a realização de exames laboratoriais, como o hemograma e os testes específicos para a dengue, como o Antígeno NS1 e dosagem de anticorpos, a serem realizados preferencialmente entre o terceiro e quinto dia do aparecimento dos sintomas. E devem sempre ser analisados pelo médico.

Como é realizado o tratamento?

Dra. Cyntia: O tratamento consiste em hidratação abundante, seja com soro oral, podendo ser complementada com líquidos caseiros, como água, sucos de fruta ou água de coco; antitérmico se apresentar dor ou febre, preferencialmente o paracetamol.

Lembrando que se apresentar algum sinal de alarme, principalmente vômitos, que prejudique a ingestão dos líquidos, o paciente deve ser levado ao hospital ou UPA para hidratação endovenosa.

A criança pode ter dengue mais de uma vez?

Dra. Cyntia: Existem 4 tipos de dengue circulante no Brasil, então o paciente pode pegar a dengue mais de uma vez.