conecte-se conosco

Ação Social

Fotógrafo de Paranaguá atua no apoio às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul

Ronaldo Damasceno ajuda famílias e resgata animais junto aos amigos da Ilha dos Valadares e Ilha das Peças

Publicado

em

"Quem puder ajudar o povo do Rio Grande do Sul é um momento muito importante. A catástrofe foi sem tamanho para descrever, algumas fotos e vídeos talvez aparente 10% da realidade da situação por aqui", afirma Damasceno / Foto: Ronaldo Damasceno

Momentos de tristeza e tragédia exigem da humanidade ações de solidariedade imediatas e amplas, com fuga da zona de conforto. É o que fez e prossegue fazendo o fotógrafo, cinegrafista e mergulhador, Ronaldo dos Santos Damasceno, junto a um grupo de amigos de Paranaguá, da Ilha dos Valadares, e de Guaraqueçaba, da Ilha das Peças, que se deslocaram ao Rio Grande do Sul na última semana para atuar no apoio às vítimas das enchentes que atingem o estado na pior catástrofe natural da sua história. Com três embarcações e um caminhão, eles trabalham atualmente no resgate de animais e auxílio a moradores em regiões isoladas, algo que exige coragem e expertise, visto as ruas que se tornaram rios com correnteza intensa e todo o caos que se instalou em solo gaúcho com os alagamentos em Porto Alegre e centenas de municípios. 

Segundo Damasceno, a iniciativa surgiu com o intuito de ir aos locais mais atingidos pelas enchentes no Rio Grande do Sul e apoiar a população afetada pela catástrofe. “A iniciativa veio por meio de um grupo de amigos com o intuito de ajudar os mais atingidos Eu, Ronaldo Damasceno junto ao Gustavo Damasceno, da Ilha dos Valadares, assim como o Leocádio José Teodoro Dias, Johnson Pereira e Wellington Pereira de Souza, da Ilha das Peças, estamos atuando nesta ação”, explica.

Equipe atuou em locais com forte correnteza onde embarcações ainda não conseguiam ter navegado / Foto: Divulgação/Ronaldo Damasceno

“A viagem foi bem cansativa devido às estradas e desvios que tivemos que fazer. Levamos mantimentos nas casas onde havia pessoas que se recusavam a sair, resgatamos animais, demos auxílio em regiões onde exigia experiência com correnteza e ninguém estava entrando com embarcações, etc.”, detalha Ronaldo. Segundo ele, a equipe conta com três embarcações de pequeno a grande porte e um caminhão de seis eixos.

Ao todo, uma tonelada e meia de mantimentos, assim como remédios, produtos de higiene, entre outros itens, foram levados por eles ao Rio Grande do Sul e entregues às vítimas. “Sem previsão para voltarmos a Paranaguá no momento. Só estamos dependendo de ajuda para local onde poderemos ficar para auxiliar”, detalha. 

Cenário de catástrofe registrado por Ronaldo em Cruzeiro do Sul – RS / Foto: Ronaldo Damasceno

Municípios percorridos e catástrofe no RS

Além dos resgates, equipe do litoral do Paraná levou uma tonelada e meia de mantimentos às vítimas / Foto: Ronaldo Damasceno

Entre os municípios percorridos até a terça-feira, 14, estão alguns dos mais afetados pelas enchentes, entre eles Estrela, Cruzeiro do Sul e Lajeado, sendo que na quarta-feira, 15, a equipe irá se deslocar até Canoas e Porto Alegre. “Quem puder ajudar o povo do Rio Grande do Sul é um momento muito importante. A catástrofe foi sem tamanho para descrever, algumas fotos e vídeos talvez aparentam 10% da realidade da situação por aqui”, detalha Damasceno.

“Estamos dormindo em uma oficina de motocicletas ‘Gabrielzinho Motos’ que nos deu todo o apoio e nos recepcionou da melhor maneira possível. Agradecemos muito a eles. Ajudem o povo do Rio Grande do Sul, muita gente perdeu tudo e está morando em abrigos com muito pouco”, finaliza Ronaldo Damasceno.

Quem quiser acompanhar os resgates e ações pode acessar as redes sociais do Ronaldo Damasceno no Facebook e no Instagram @ronaldodamasceno182

Confira vídeos de resgates e ações realizadas por Ronaldo e outros voluntários do litoral do Paraná:

Em alta

plugins premium WordPress