conecte-se conosco

Editorial

Novos visitantes no litoral paranaense

A visita do animal foi acompanhada entre a Ilha do Mel e o balneário de Pontal do Sul, em Pontal do Paraná, pelos profissionais do laboratório.

Publicado

em

As equipes formadas por pesquisadores do Laboratório de Ecologia e Conservação (LEC) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) observaram o deslocamento de uma baleia Jubarte no litoral do Paraná. A visita do animal foi acompanhada entre a Ilha do Mel e o balneário de Pontal do Sul, em Pontal do Paraná, pelos profissionais do laboratório.

No mês passado, pesquisadores do Projeto Baleia Jubarte, que há 30 anos se dedica a proteger a espécie no País, constataram uma presença recorde na região de Ilhabela, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Sul da Bahia. Isso porque no mês de junho elas costumam ocupar os noticiários, marcando o início da temporada de reprodução no Brasil.

Todo esse trabalho tem gerado resultados positivos que já são percebidos pelos estudiosos da área. Prova disso é que, em 2014, o Brasil retirou a baleia Jubarte da lista das espécies ameaçadas de extinção. O mamífero aquático foi reclassificado para 'quase ameaçado', o que demanda a continuidade dos projetos de conservação como os desenvolvidos pelo Laboratório de Ecologia e Conservarão da UFPR e também pelo Projeto Baleia Jubarte.

Esse cuidado é necessário porque a espécie, que pode medir até 16 metros de comprimento e pesar mais de 40 toneladas, era alvo da pesca predatória no País. Em 1987, a caça foi proibida e mais projetos de conservação foram criados para aumentar o número de animais, assim como para conhecê-las melhor e ter informações sobre os perigos que poderiam colocar em risco a espécie.

Uma boa notícia no litoral do Paraná foi que os pesquisadores notaram que a baleia encontrada estava fazendo saltos e expondo as nadadeiras peitorais, hábitos que indicam que o animal não estava machucado nem estressado.

O bom indicativo mostra que, além da importância de apoiar projetos que se dedicam ao estudo da biodiversidade marinha, é preciso diminuir a poluição dos mares. Calcula-se que 10 milhões de toneladas de plástico vão parar no mar anualmente e eles não vão parar lá sozinhos. Que a visita inusitada desta semana possa promover a conscientização sobre o impacto ambiental na vida marinha e em todo o litoral.

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.