Connect with us

Editorial

Eleições e irregularidades

No domingo, 6, era para ter acontecido a eleição para escolha de conselheiros tutelares em todo o Brasil.

Publicado

em

Todo processo eleitoral precisa passar pelo crivo da igualdade entre os postulantes aos cargos. Os pleitos, desde para escolha de representantes de grupos, classes até processos para escolha de prefeitos, deputados, senadores ou presidentes de nações, devem ser pautados em princípios éticos, respeitando rigorosamente a lei estabelecida.

No domingo, 6, era para ter acontecido a eleição para escolha de conselheiros tutelares em todo o Brasil. No entanto, o que era para ser coberto de lisura se transformou em um acumulado de denúncias e irregularidades, o que ocasionou o cancelamento do processo eleitoral em diferentes municípios paranaenses, bem como em outros Estados brasileiros, a pedido do Ministério Público.

As irregularidades foram variadas, indo desde a compra de votos, passando por transporte proibido de eleitores para as seções de votação, cédulas com problemas de impressão, até vazamento de dados sigilosos.

O que era para ser um exemplo de conduta ilibada se tornou mais uma vertente da corrupção ou o atestar de que, infelizmente, esse mal que assola a nação brasileira não tem poupado nem os setores primordiais para assistência a quem mais precisa, pois estava em jogo a escolha de pessoas para representar e lutar idoneamente e com honestidade os seres mais indefesos neste contexto social: crianças e adolescentes, os quais são considerados vulneráveis diante de tantos quadros deturpados a que se pode presenciar na sociedade contemporânea.

Em Paranaguá, os problemas apontados foram de vazamento de gabarito das provas realizadas antes do dia da eleição, pois os postulantes ao cargo precisaram passar por avaliação médica, psicológica e prova escrita, a qual, infelizmente, teve esse problema de privilegiar, em teoria, algum ou alguns dos postulantes, de acordo com denúncia recebida pelo Ministério Público e como pode ser visto em matéria nesta edição.

É claro que não se pode colocar em xeque a idoneidade dos candidatos, pois é inquestionável que há pessoas do bem e capacitadas para o exercício da função, portanto não é o momento de generalizar e sim de tentar buscar meios de se verificar qual o melhor candidato, aquele que executará suas funções com honra e dignidade e, neste aspecto, a população ocupa lugar de destaque, pois é imprescindível que cada cidadão se envolva no processo de escolha e seja um fiscal atento de todas as etapas dessa eleição.

Assim, atesta-se o caráter fundamental do envolvimento do cidadão, portanto é o momento de cada pessoa estar atenta e de olhos abertos para todas as questões aventadas nas mais diversas áreas.

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.