Connect with us

Cultura

Livro conta a história do escotismo em Paranaguá

A pesquisa teve início em janeiro de 2018, no Instituto Histórico e Geográfico de Paranaguá.

Publicado

em

Na noite de sexta-feira, 26, aconteceu o lançamento do livro “Resgate da História do Escotismo em Paranaguá” escrito pelo professor João Carlos Santos Rocha. A noite de autógrafos aconteceu no auditório do Museu de Arqueologia e Etnologia, sendo realizado pelo Instituto Histórico e Geográfico de Paranaguá e pelo Grupo de Escoteiros Comandante Santa Ritta.

A ideia de escrever um livro surgiu na segunda quinzena do mês de dezembro de 2017, quando seu filho, Lucas, Chefe da tropa escoteira, comentou que o Grupo passava por novos e fortes momentos, pois os jovens de sua época estavam assumindo a tropa. “Ele estava triste porque vândalos adentraram na sede do Grupo e depredaram toda história do Grupo, e neste momento fez a mim um pedido. Se eu poderia pesquisar quem foi o Comandante Santa Ritta e o Dr. Didio Augusto de Camargo Vianna”, contou.

A pesquisa teve início em janeiro de 2018, no Instituto Histórico e Geográfico de Paranaguá, onde foi encontrado  fartos subsídios. “Iniciamos a pesquisa a partir do ano de 1913, através do Diário do Commércio (assim era a grafia da época). Além do IHGP, encontramos documentos em Curitiba e com pessoas de nossa cidade. Essa pesquisa, devido ao volume de documentos, tornou-se um livro a pedido do Grupo de Escoteiros Comandante Santa Ritta.                                  

O interessante de tudo isso é que a História do Escotismo no Brasil e inclusive em Paranaguá, se entrelaça aos primeiros anos da República em nosso País. Uma vez que a República foi proclamada em novembro de 1889 e o Movimento Escoteiro chegou no Brasil em 1910, vinte e um anos depois, através do encouraçado Minas Gerais, cujos marinheiros se encantaram com os princípios do escotismo e sentiram a necessidade de implantar no Brasil, trazendo os primeiros uniformes da Inglaterra para o Brasil. Para entendermos melhor, nos primeiros anos da República a dificuldade de se incutir as ideias nacionalistas, de patriotismo e de civismo em nossa juventude era muito difícil.

O escotismo tinha como princípio essas características. Esta é a razão que no Brasil esse movimento teve início com as instituições militares, Marinha e Exército”, explica.

SOBRE O AUTOR

João Rocha é professor de História, com graduação plena, diplomado pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Paranaguá. Possui cursos complementares de História do Brasil e História do Paraná. Uma de suas características é a atuação na área filantrópica, sendo que toda renda obtida com o livro será convertida ao Grupo Escoteiro Comandante Santa Ritta.

 

Fotos: Lizangela Pinto Siqueira

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.